sexta-feira, 5 de junho de 2009

Meia Maratona das Cataratas


Faltam exatamente um mês, ou seja, apenas 30 dias para a Meia Maratona das Cataratas na cidade de Foz do Iguaçu-Pr.
A largada da prova será dada às 7h30 da manhã do dia 5 de julho de 2009, no km 4 da Rodovia das Cataratas, em frente ao Hotel Mabu Thermas e a chegada será no Porto Canoas, ao lado das Cataratas.
Se vocês ainda não fizeram suas inscrições então corram, pois a prova tem um limite de 1.000 atletas.
Eu já estou garantido.hehe

Se você quiser correr num dos mais belos lugares do planeta, aí vai à dica.

Data: 05 de julho de 2009
Distância: 21.097 metros
Largada: Rodovia das Cataratas - Km 4 – Hotel Mabu Thermas
Chegada: Porto Canoas – Cataratas do Iguaçu
Horário: 7h15 min – Largada categoria cadeirante
Horário: 7h20 min - Largada elite feminina
Horário: 7h30 min – Largada pelotão de elite masculina e demais atletas.
Participação: Atletas com 18 anos completos em 2009.
Tempo de conclusão da prova: 2h 30 min.
Limite de atletas participantes: 1000 atletas.


As inscrições poderão ser feitas até o dia 26 de junho de 2009 ou até encerrar o limite de 1000 atletas.
Valor: R$ 70,00 (Setenta reais) – Inclui: Seguro do atleta, ingresso ao Parque Nacional (todo acesso é pago), jantar de massas e kit do atleta.
*Inscrições feitas após o dia 26 de junho terão um custo de R$ 100,00 (Cem reais).
Em Curitiba, na loja Procorrer – Avenida Vicente Machado, 320 – Fone 41 3232 5649 Internet: http://www.meiamaratonadascataratas.com.br/



E como hoje é o Dia do Meio Ambiente, aí vai um pouquinho da história do Parque Nacional do Iguaçu:



Tombado pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade, em 1986, o segundo parque nacional mais antigo do Brasil e o maior fora da Amazônia estende-se por uma área de pouco mais de 185 mil hectares do lado brasileiro e 67 mil hectares do lado argentino.
O valor ambiental e a beleza das paisagens dessa unidade de conservação fazem dela um patrimônio sem fronteiras.

O Parque é considerado uma das últimas reservas florestais da Mata Atlântica do Brasil e a maior reserva de floresta pluvial subtropical do mundo.

No estado do Paraná, segundo estatísticas oficiais, restam menos de 5% da cobertura vegetal original.

A área do Parque sozinha corresponde a mais da metade do que restou da chamada floresta estacional semidecidual, sendo, portanto, uma ilha florestada num oceano de extensos campos cultivados.

Além disso, o Parque assenta-se sobre o Aqüífero Guarani, uma das maiores reservas mundiais de água subterrânea.

A diversidade biológica do Parque impressiona pelos números: são 257 espécies de borboletas, 18 de peixes, 12 de anfíbios, 41 espécies de serpentes, 8 de lagartos, 340 de aves e 45 de mamíferos, atraindo a atenção de vários pesquisadores que ali encontram fonte para relevantes trabalhos científicos.


O Parque Nacional do Iguaçu abriga em seu território espécies raras da fauna e da flora. São milhares de animais, muitos deles ameaçados de extinção, como a onça-pintada e o jacaré-de-papo-amarelo, e algumas espécies de aves bastante raras, como a jacutinga, o gavião harpia e o papagaio-de-peito-roxo.

A flora também é bastante diversificada.
Há espécies que chegam a atingir 30 metros de altura, como a timbaúva, o cedro, a peroba e os ipês, além de orquídeas e bromélias.

Origens
Exemplo de coexistência da exploração turística com a preservação ambiental, esse fantástico ecossistema era habitat natural dos índios Caingangue e Tupi Guarani. Os índios chamavam a região do Iguaçu de "água grande" (em guarani, I=água e guaçu=grande).


Foi ponto de passagem das expedições espanholas, comandadas por Dom Álvar Nuñes Cabeza de Vaca, a caminho da Bacia do Prata, em 1542.

Mais tarde, por volta do século XVII, o local acolheu as missões de padres jesuítas espanhóis.
A área foi considerada de domínio público em julho de 1916 pelas mãos do então governador do Paraná, Affonso Alves de Camargo.
Foz do Iguaçu foi ponto de partida da Coluna Prestes/Izidoro Dias, que em 1927 percorreu 45 mil quilômetros dentro do território brasileiro lutando contra as oligarquias regionais que davam sustentação ao governo central do presidente Washington Luiz.
A sua transformação em Parque Nacional foi efetivada pelo decreto federal nº 1.035 de 10 de janeiro de 1939, assinado pelo presidente Getúlio Vargas.
Em 1986, foi reconhecido pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, a Unesco, como "Patrimônio Natural da Humanidade".
Apesar do título da Unesco, o Parque ainda sofre com os reflexos da ação humana.
A principal delas é a Estrada do Colono, que corta a reserva em um trecho de 18 quilômetros e foi fechada apenas em 1997, depois de uma longa batalha judicial com prefeituras e o governo estadual.
A rodovia encurta em quase 200 quilômetros o acesso à Argentina e, com isso, movimentava a economia de Capanema, município próximo da fronteira.
Por causa disso, o título de patrimônio da humanidade da Unesco chegou a estar ameaçado. Superada essa adversidade, o Ibama agora tem planos de explorar turisticamente e de forma sustentável o restante do Parque Nacional do Iguaçu.


Bom amigos, ta aí um pouco da história deste maravilhoso Parque.
Agora resta a você conhecê-lo pessoalmente.
Então o que está esperando?
Se inscreva agora mesmo na Meia Maratona das Cataratas, o site está logo acima, ok?
Abraço a todos e até o dia 5 de julho.




...tutta...
ubiratã-pr.

7 comentários:

Carlos Lopes disse...

sei que vc vai ficar no podio

Paulo Sérgio de Araújo disse...

ano que vem quero correr a Maratona lá...muito lindo ...valeu.

Jorge disse...

---------\\\\|/---------
--------(@@)-------
-o--oO--(_)--Ooo-
Tutta, parabéns pela excelente matéria sobre a meia das cataratas, desde já desejo boa sorte a vc camarada.
Só é uma pena que tem muitos lugares lindos que os homens por sua ganância tá destruindo tudo é uma pena, pois Deus fez o mundo para que nós desfrutassemos e está sendo destruido.

Um abraço,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.blogspot.com

...tuttA... disse...

Carlos,
Tomara que eu consiga subir no pódio mesmo.
Mas vai ser muito difício, já que este ano a premiação e muito boa e concerteza haverá atletas muito bem preparados por lá.
Mas esperamos e veremos no que vai dar, né??rsrsrs


Paulo,
Vem mesmo, você concerteza não vai se arrepender.
O percurso é lindíssimo.


Jorge,
Muito obrigado.
Mas quanto a destruição, pelo menos por lá é bem cuidado, já fui inúmeras vezes e pude constatar isso.
Mas concordo com você quanto a tanta ganância do ser-humano.

Obrigado a todos por comentar aqui.


...tutta...
ubiratã-pr.
www.correndocorridas.blogspot.com

Running Brazil ( Billy ) disse...

Cara, queria muito correr essa prova mas...a distância vai impedir esse ano.
Espero que vc tenha superado o desanimo de meses anteriores e arrebente nela amigo !

abs

runningbrazil.blogspot.com

Carla disse...

Olá tutta!!!
Valeu pelo comentário e por apoiar a nossa parceria!
Ahh, eu estarei em Foz pra assistir a Meia-Maratona!! Quero ver você mandando ver!!!
Gostei da matéria, muito boa! Quem sabe incentiva mais pessoas a participar!!!
bjs!

...tuttA... disse...

Running Brasil,
Programe ela para o próximo ano, concerteza vc não irá se arrepender.
E quanto ao desânimo, acho que já acabou.
Eu precisava de apenas um tempo, como eu sempre vinha pedindo e dizendo pro meu ex-treinador.
Mas graças a Deus isso já foi superado. E pretendo correr pra 1h18 ou menos..hehe
Ah, e outra coisa:
minha reestréia em provas já tem dia e hora marcada.
No Bairro de Perus em São Paulo dia 21 de junho, domingo próximo as 8 da manhã no circuito SEME de Corridas de Rua.
Abraços e muito obrigado pelo comentário.


Carla,
Não precisa agradecer por nada não, ok? hehe
Ah, e é muito bom saber que vc estará lá em Foz do Iguaçú, mesmo que só assistindo a prova.
Espero encontrar/conhecer vc por lá.
Bjinhus pra ti e muito obrigado por comentar aqui.


---> tutta <---
ubiratã-pr.
www.correndocorridas.blogspot.com