sexta-feira, 23 de setembro de 2022

Corrida Nº 217 - 3ª Etapa do Circuito 8k Cascavel - Etapa Lago Municipal - Cascavel-PR (10set2022)


 Apesar do cansaço por conta do pedal de Ubiratã à Corbélia que fiz antes da prova, ainda assim consegui correr perfeitamente bem em Cascavel.

"Se há uma característica comum entre os grandes campeões em qualquer área de atividade, é a habilidade de manter o foco."



Segue os dados gerais da prova.

Corrida número: 217
Nome da prova:  3ª Etapa do Circuito 8k Cascavel - Etapa Lago Municipal
Cidade: Cascavel-PR
Data: Sábado, 10 de agosto de 2022
Distância: 8,4kms
Tempo: 29min42seg
Media por quilômetro: 3min32seg
Colocação geral: 4º lugar
Atletas no geral: 84 corredores
Número de pódios (fora de Ubiratã): 113 pódios
Pódios por classificação geral: 45 pódios
Pódios na categoria por faixa etária: 64 pódios
Pódios em equipes e/ou duplas: 4 pódios
Número de peito: 247


No dia 10 de setembro de 2022 eu fiz mais uma excelente corrida na cidade de Cascavel.  E m
esmo estando cansado por conta dos quase 60kms pedalados de Ubiratã à casa do amigo Tite em Corbélia, eu consegui impor um bom ritmo na 3ª etapa do Circuito 8k Cascavel realizada ao redor do Lago Municipal de Cascavel.

Mas, vamos do início.
Saí de Ubiratã às 13:00 horas e por volta das 16:30h já estava na casa do amigo Tite em Corbélia.
Descansei um pouco e seguimos para Cascavel somente após às 18:00 horas.
A prova era às 19:30h.

Chegamos cedo ao local e podemos conversar com grandes amigos e trocar algumas ideias até próximo ao horário da largada, quando fui colocar o número na camiseta e aquecer um pouco para espantar o friozinho de 13 graus.

Dada a largada dos 4 e 8k juntos, a galera saiu em disparada. A princípio, eu não tinha intensão de fazer um ritmo muito forte justamente por conta do pedal realizado e por que no dia seguinte iria participar de uma romaria de ciclismo saindo de Corbélia e seguindo até o igreja Nossa Senhora da Salette em Braganey  (cerca de 35kms) e depois teria todo o caminho de volta á Corbélia e posteriormente à Ubiratã. Mais uns 80 ou 90 kms.

Mas, apesar de tudo isso, quando bateu 1km o Strava marcou 3min20seg. Excepcional.
No entanto, estava sentindo um pouco de cansaço. O que seria mais que normal. Kkkk
Também comecei a sentir umas dores de lado. Raramente sinto isso em provas. Mas, acredito que isso aconteceu por conta de uma Coca 600ml e pelas 3 paçocas que comi na rodoviária quando cheguei em Corbélia. rsrs

Mas, mesmo com dores vamos seguindo.
Após o primeiro quilômetro tinha um "congestionamento" de capivaras na pista que até me impediu de fazer uma ultrapassagem. Mas, fiz isso já na sequência.
No momento tinha uns 7 corredores na minha frente. Alguns da prova menor. Eu estava nos 8k.

Já nos quilômetros seguintes tentei dar uma segurada, mas o ritmo fluía meio que naturalmente (apesar da dor lado).

E ao fechar a metade da prova já não sentia mais nada (a dor sumiu sem ao menos eu perceber. rsrs).
Nesse momento quem corria os 4kms virava a direta para fechar a prova e quem estava nos 8kms passava direto e ouvi que avisaram para o atleta que estava na minha frente que era o 3°. Então, eu era o 4° geral.

Ele seguia  a menos de 10 metros de distância e o 5° colocado vinha "fungando" no meu cangote. kkkk
Isso até me desconcentrava um pouco, pois a respiração do cara estava absurdamente forte. Parecia que ele não estava aguentando manter o ritmo, mas não queria deixar se distanciar. Isso ja vinha a uns 2 quilômetros, mais ou menos, e chegou a um ponto que eu precisei puxar um pouco mais o ritmo para fugir da "fungação'' do cara. kkkk
Mesmo assim deu um pouco de trabalho, mas com uns dois quilômetros após passar a metade da prova o som da respiração do cara foi diminuindo até que sumiu. Graças a Deus. kkkk

Faltando uns 1.700 metros para o final eu praticamente encostei no 3° colocado e mantive perto dele por um pequeno período pensando se valia a pena acelerar e ultrapassar ou se só mantia o ritmo e permanecia ali mesmo na 4ª colocação. Pois, como não havia premiação em dinheiro e os troféus do 1º ao 5º eram iguais, tanto fazia uma colocação como a outra. A menos que ele fosse o líder e eu o segundo colocado. Aí a conversa iria ser outra. rsrs

E acabei ficando com a segunda opção mesmo. Já tinha feito demais por aquele dia.
Já estava no lucro, vamos dizer assim, pois havia pedalando quase 60kms poucas horas antes da prova e ainda estava conseguindo manter um pace pouco acima dos 3min30seg. Pra quê melhor?

Os último 400 metros, o Marciano, 3° colocado que é de Corbélia, ainda acelerou um pouco e eu apenas mantive a pegada para cruzar a linha de chegada na quarta colocação geral com o tempo de 29min42seg. Apenas 32 segundos mais lento que o vencedor da prova. Ou seja, participação mais que excelente.

E a alegria foi ainda maior ao ver mais 3 pódios ubiratanenses na corrida.
Marluce venceu a sua categoria nos 8k.
Fernando obteve o 2° lugar também nos 8k e a Patrícia conquistou a 2ª colocação na sua categoria nos 4k.
Só o João é que não conseguiu pódio, pois a categoria dele foi muito forte. Mas, ele correu bem e fez a parte dele e todos estão de parabéns.

Após a prova fui me reidratar e conversar sobre a prova com os amigos e após a premiação segui novamente com o Tite para Corbélia e fui dormir por volta das 00:00h para acordar às 06:00 da manhã do dia seguinte para o pedal na 2ª Romaria dos Ciclistas ao Santuário de Nossa Senhora da Salette em Braganey.
Antes ainda precisei concertar o pneu da bike que amanheceu murcho e após o pedal até Braganey, voltei pedalando para Corbélia onde almocei e por volta das 14:00 horas peguei novamente a minha bike e partir rumo à Ubiratã onde cheguei perto das 17:30h após rodar quase 120kms desde as 07:00h da manhã.


Segue algumas fotos:

Galera de Ubiratã.
Patrícia, 8ª geral e 2ª na categoria por faixa etária nos 4,2kms (22'32)
João, 70º geral e 8º na categoria nos 8,4kms (45'55)
Tutta, 4º geral nos 8,4kms (29'42)
Fernando, 12º geral e 2º na categoria nos 8,4kms (32'10)
Marluce, 7ª geral e campeã da categoria nos 8,4kms (41'42)
.
.

Pódio geral nos 8,4kms.
.
.

Os 12 primeiros colocados dos 8,4kms masculino.
.
.

Pódio da Marluce.
Campeã na faixa etária 30/34.
.
.

Pódio do Fernando.
Vice-campeão da faixa etária 35/39.
.
.

Pódio da Patrícia.
Vice campeão na faixa etária 18/39 anos nos 4,2kms.
.
.

As 12 primeiras colocadas nos 8,4kms.
.
.

Os 12 primeiros colocados nos 4,2kms.
.
.

As 12 primeiras colocadas nos 4,2kms.
.
.

Pódio dos amigos: Odair, Carmona e Tite
1º, 2º e 3º colocados.
Toledo, Cascavel e Corbélia.
.
.

Com o amigo Ultra-maratonista Moisés Carmona.
.
.

A medalha da prova.
.
.

Postos BCA - Ubiratã-PR.
Sempre me apoiando no esporte.
.
.

No pedal na 2ª Romaria dos Ciclistas até o Santuário Nossa Senhora da Salette em Braganey.





Agradecimentos:
Primeiramente sempre a Deus pelo dom da saúde e proteção.
E um agradecimento especial ao amigo Tite e esposa pela hospedagem e recepção em Corbélia.



Despesas:

Inscrição: R$ 65,00
Extra "inscrição": R$ 7,00 (1 quilo de feijão)
Extra 2: R$ 10,00 (lanche)

Total: R$ 82,00

quinta-feira, 15 de setembro de 2022

Corrida Nº 216 - 12ª Etapa do Circuito SESC de Corrida de Rua - Etapa Cascavel-PR (21ago2022)

Depois de quase 2 anos e meio sem participar de uma prova do Circuito SESC-PR de Corrida de Rua devido a pandemia, no dia 21 de agosto de 2022 pude retornar às participações e apesar de ultimamente só vim participando de provas longas achei o meu desempenho nos 12kms muito bom. Aliás, foi excepcional. rsrs

"Aquele que não é corajoso o suficiente para assumir riscos, nunca será capaz de realizar algo grandioso na vida."
Foto no momento em que eu liderava a prova e seguia para a vitória.



Segue os dados gerais da prova:

Corrida número: 216
Nome da prova:  12ª Etapa do Circuito SESC-PR de Corrida de Rua
Cidade: Cascavel-PR
Data: Domingo, 21 de agosto de 2022
Distância: 12kms
Tempo: 41min27seg
Media por quilômetro: 3min27seg
Colocação geral: 1º lugar
Atletas no geral: 66 corredores
Número de pódios (fora de Ubiratã): 112 pódios
Pódios por classificação geral: 44 pódios
Pódios na categoria por faixa etária: 64 pódios
Pódios em equipes e/ou duplas: 4 pódios
Número de peito: 349


A pandemia do covid-19 atrapalhou muito os planos e a vida de muita gente entre 2019 até o final de 2021 e/ou começo de 2022.
Na época (antes da pandemia) eu vinha fazendo muitos treinos bons e estava bem veloz. Já com o início da pandemia acabei meio que, dando uma relaxada no treinamento, e quando retomei, voltei fazendo provas mais longas e com isso o ritmo fica mais devagar um pouco. Ou não. rsrs
Foram 6 maratonas desde o dia 15 de novembro de 2021 até a data desta prova de 12kms em Cascavel ocorrida no dia 21 de agosto de 2022. E apesar disso, continuei rápido. Não sei se melhor ou pior que em 2019. Mas, ainda estou bem rápido. Kkkkk

E então, resolvi me inscrever para esta prova, e fiz isso faltando uma semana para a sua realização.
E com isso a ideia também era voltar a encontrar com os amigos feito ao longo deste circuito que foi praticamente onde tudo começou e onde mais corri e conquistei pódios.
Alias, o primeiro pódio que conquistei no atletismo foi numa prova do circuito em 2007 lá em Foz do Iguaçu no dia 12 de outubro.

E para isso, acordei às 02:10h da manhã fria de domingo e me encaminhei para a rodoviária de Ubiratã para seguir à Cascavel no ônibus da empresa Expresso Maringá.
O ruim de não ter carro é isso, precisar madrugar, ou, em muitos casos, viajar um dia antes e gastar com hotel e alimentação para participara das corridas.

Até tenho parceiros de atividades aqui na minha cidade que vão para as mesmas provas, mas nem sempre dá para ir juntos, ou não convidam para ir e me oferecer para ir junto eu acho meio chato. E é chato também ter que convidar pessoas para me levar, pois talvez a pessoa não gosta ou têm outros compromissos e se obrigam a me levar só para não dizer não. E por este motivo, prefiro me 'sacrificar' e fazer tudo independentemente.

O ônibus atrasou um pouquinho e acabei saindo de Ubiratã quase 3 e meia e cheguei em Cascavel às 05:15h.
A corrida seria às 07:30h então tratei de tomar um 'café da manhã' com um Gatorade e uns 'bisnaguitos' que havia levado e por volta das 06:00h da manhã peguei um táxi "caríssimo" e fui até as dependências do SESC Cascavel onde peguei o meu kit e me preparei para a largada que se deu pontualmente às 07:30h com um friozinho básico de uns 12 a 13 graus, aproximadamente.

                           
                                   Não havia nenhum atleta quando cheguei no local da prova.


A estratégia era acompanhar, ou pelo menos tentar acompanhar o Lielzio de Cascavel pela maior distância possível. Já que ele corre bem mais rápido que eu.
Mas, ao sairmos de frene as dependências do SESC e subirmos até adentrarmos a Avenida Brasil, ele começou a ficar e haviam alguns atletas mais a frente e tentei não deixá-los distanciar muito achando que o Lielzio poderia forçar o ritmo e encostar na galera mais pra frente.


Passei o primeiro quilômetro com 3min21seg e antes de completar o segundo quilômetro já emparelhei com o primeiro colocado, que na verdade estava fazendo a prova de 6kms. Então, eu já era o primeiro colocado dos 12kms deste uns 500 metros atrás. E segui firme com o atleta dos 6kms por alguns quilômetros. Passando pelo quilômetro 2 com 3min24seg e 3min20seg no quilômetro 3, quando fizemos o retorno lá pra baixo da rodoviária e na volta o ritmo subiu um pouco devido a forte subida depois da rodoviária.
 
O atleta que liderava a prova dos 6kms me acompanhou até por volta do km 4, mais ou menos. Despois segui sozinho e correr sozinho é bem ruim. A gente não tem muita noção de ritmo e acabei que correndo mais devagar. Mas, eu seguia relativamente bem. Acima dos 3min30 por km, mas abaixo dos 3min40 e o Lielzio, que era o segundo colocado estava a mais de 200 metros atrás. Porém, conhecendo ele, como eu conheço, achei que ele poderia me alcançar e ultrapassar mais para frente. Pois, pensei que eu não iria dar conta de manter aquela pegada até o final. rsrs

Após sair da Avenida Brasil e pegar uma outra rua que me levaria de volta ao SESC para completar a primeira volta (6kms) levei um susto ao ouvir passos se aproximando. Quando olhei achei que era o Lielzio. Pois, era um atleta moreno e ao olhar para trás ele me tranquilizou dizendo que estava na prova de 6kms. Era o 'Café'. Esse é o apelido do Wagner que fez uma largada mais tardia e mesmo assim teve forças para buscar a vitória nos 6kms que foram completados com 20 minutos e 20 segundos. E isso que ele vinha voltando de lesão. rsrs

Ao saber que ele estava nos 6kms, nem quis acompanhá-lo naqueles metros seguintes, pois eu tinha mais uma volta para fazer. 
Fechei a primeira metade dos 12kms com 20min35seg e segui sozinho os outros 6kms.

Lá em baixo, no retorno da rodoviária vi o segundo colocado, Lielzio, a uns 400 metros de distância. Então, era só manter o ritmo nos próximos 3kms e vencer a prova.
Na marca dos 10kms o meu Strava marcou 34min39seg. E a partir desse momento até dei uma desacelerada, pois ao olhar para trás não vi ninguém, então a vitória estava certa. E segui para fechar os 12kms (na verdade 11,84kms) no tempo de 41min27seg.
Media de 3 minutos e 30 segundos por quilômetro.
Lielzio, 51 anos chegou 1 minuto e 17 segundo depois.
Um outro amigo, o Renato "Bolacha", 43 anos foi o 3º com 44'02.
Três veteranos nas três primeiras colocações nos 12kms do Circuito SESC etapa de Cascavel.

                             
Vencendo os 12kms com o tempo de 41 minutos e 27 segundos.


Nem preciso falar, ou melhor, escrever, que fiquei feliz demais da conta.
Em certos momentos nem eu mesmo acredito no que fui capaz de fazer. Pois, três semanas antes eu havia feito uma maratona com 2h49. Ou seja, o corpo nem teve tempo para se recuperar e consegui fazer um tempo excepcional como este em Cascavel.
Só tenho que agradecer a Deus por tudo de bom que Ele tem proporcionado na minha vida.

Após completada a prova, fui me hidratar e ao final da premiação voltei de carona para casa com o Fernando e sua namorada Marluce.
Ambos também conquistaram pódios. Os dois como vice-campeões de suas respectivas categorias por faixa etária.
João e Patrícia também marcaram presença para aumentar o time de corredores de Ubiratã presentes na prova. E assim foi mais uma. rsrs


Segue abaixo mais algumas fotos:

Momentos antes da largada.
.
.

Lielzio, Renato e Tutta.
2º, 3º e 1º nos 12k.
.
.


As medalhas.
.
.

Patrícia, 36ª colocada geral nos 6kms com o tempo de 35'06;
João, 46º lugar geral nos 12kms e 5º na faixa etária com 1h05'36;
Tutta, Campeão nos 12km com 41'27;
Fernando, 7º geral nos 12kms e 2º na faixa etária com 47'42 e
Marluce, 9ª colocada geral nos 12kms e 2ª na categoria com 1h03'10.
.
.


Pódio geral masculino dos 12kms.
.
.

Os 15 primeiros colocados nos 12k masculino.
.
.

As 15 primeiras colocadas nos 12k feminino.
.
.


Os 15 primeiros colocados nos 6k masculino.
.
.

As 15 primeiras colocadas nos 6k feminino.
.
.

Fernando em 2º lugar na 30/39 com Márcio Lottermann em 1º e Márcio Fabiano em 3º.
.
.

Marluce em 2º lugar na 30/39 com Ana Carolina em 1º e Elisa Vanessa em 3º.
.
.

"É como o primeiro passo que se inicia uma vida de vitórias e conquistas."
Obrigado Deus por me proporcionar mais uma grande conquista na minha carreira amadora no atletismo.
.
.

A medalha da prova.
.
.

A medalha e o belíssimo troféu..
.
.

Com o amigo Wagner "Café".
Campeão dos 12 e campeão dos 6k.
.
.

Já em Ubiratã, no Bar do Edinho, comemorando com os companheiros Fernando e Magaiwer.
.
.



Agradecimentos:
Primeiramente sempre a Deus pelo dom da saúde.
Agradecimento também ao Fernando pela carona de volta e principalmente aos colaboradores do Canal Pé Frio Loterias no YouTube, pois sem a ajuda da galera seria bem mais complicado marcar presença nesta prova.



Despesas:

Inscrição: R$ 45,00
Passagem de ônibus: R$ 41,90
Gatorade: R$ 8,00
Táxi: R$ 25,00
Extras (chopp e cerveja) R$ 105,00
Fotos: R$ 10,74

Total: R$ 227,64



 Tutta Maratonista ...

terça-feira, 30 de agosto de 2022

Corrida Nº 215 - São Paulo City Marathon - São Paulo-SP (31jul2022)


Mesmo sem muitos treinos após a Maratona de Campo Grande (10/07) fiz uma São Paulo City Marathon impecável.


"A vida é cheia de desafios.
E todo esforço tem a sua recompensa.
Mas, nenhuma recompensa se conquista sem esforços."


Segue os dados gerais da prova:

Corrida número: 215
Nome da prova:  São Paulo City Marathon
Cidade: São Paulo-SP
Data: Domingo, 31 de julho de 2022
Distância: 42,2kms
Tempo: 2h49min22seg
Media por quilômetro: 4min01seg
Colocação geral: 23º lugar
Atletas no geral: Completaram 2.971 corredores
Colocação na categoria por faixa etária (40/49 anos - pré-veterano): 12º lugar
Atletas na faixa etária: Completaram 1.172 corredores
Número de pódios (fora de Ubiratã): 111 pódios
Pódios por classificação geral: 43 pódios
Pódios na categoria por faixa etária: 64 pódios
Pódios em equipes e/ou duplas: 4 pódios

Número de peito: 10617


Três semanas após ser o 2º geral na Maratona de Campo Grande lá estava eu me aventurando em mais uma maratona.
Embarquei para São Paulo na noite de sexta-feira dia 29 de julho de 2022 às 20:40h e 12 horas depois já estava desembarcando na rodoviária Barra Funda.
De imediato segui para o local de retirada dos kits que era em Santo Amaro e retornei rapidamente para a capital paulistana para almoçar e 'procurar' o hotel. Que deu trabalho encontrar. kkkk
Foi a primeira vez que resolvi ficar no bairro República e me 'embananei' bastante para conseguir me localizar por lá. Mas, depois foi de boa. rsrs

Antes de ir em definitivo para o hotel eu almocei e só adentrei às dependências do Hotel Della Rouse depois do meio-dia e de imediato resolvi dormir para descansar da viagem.
Desde vez acabei não indo na casa do meu tio no bairro de Perus, pois, como a largada da prova no dia seguinte seria bem cedinho, eu precisava descansar.

Apesar dos novos ônibus da Brasil Sul serem super confortáveis, não há nada melhor do que uma boa e velha cama para dar aquela relaxada e descansada extra.
Acordei por volta das 16 horas. rsrs

Após um bom banho fui na missa na Catedral Nossa Senhora da Consolação e na volta para o hotel passei no mercado para fazer umas comprinhas e ainda passei numa pizzaria pegar uma pizza para o 'jantar'. hehe

Catedral Nossa Senhora da Consolação.
.


Às 21 horas com tudo arrumado fui dormir, ou tentar. 
Como eu fiquei num quarto próximo a entrada do hotel não conseguia pegar no sono devido ao barulho da companhia e das conversas dos hóspedes na hora do check-in. 
Por sorte, por volta da meia-noite o barulho e as conversas deram uma trégua e pude dormir. Ainda assim acordei umas duas vezes antes das 4 da manhã para verificar o horário. Ou seja, quase não dormir nada. rsrs

Ao acordar, tomei o meu café "especial" que sempre levo de casa e às 04:30h peguei um Uber,.
Resolvi ir mais cedo para não acontecer o mesmo que aconteceu em Porto Alegre onde quase perdi a largada. rsrs

Ao chegar na Praça Charles Miller, em frente ao Pacaembu, ainda haviam poucos atletas. E era de se esperar, pois ainda era bem cedo. Se bem que, a largada seria bem cedo também, às 6 da manhã.
Mas, eu cheguei lá bem antes da 05:00h da manhã.
E aos poucos foram chegando os atletas. 

O clima estava bem fresquinho. Na casa dos 13 graus, aproximadamente. Por conta disso deixei para levar os meus pertences ao guarda-volumes faltando uns 20 minutos para a largada que se deu pontualmente às 6 horas.

Como não costumo aquecer quase nada quando se trata de maratonas, procurei sair num ritmo mais tranquilo.
No entanto, não foi tão tranquilo assim. kkkk
Fechei o primeiro quilômetro com 4min19seg e o segundo com 3min38seg. Muito rápido para quem tinha o objetivo de apenas completar a prova. É lógico que, se fosse possível completar abaixo das 3 horas seria fantástico. Mas, se não fosse possível (já que eu vinha de duas outras maratonas sub-3h nas últimas semanas) se eu fechasse em 3h15 já ficava híper satisfeito.

Mas, como o clima estava bom e o ritmo vinha fluindo naturalmente, mudei as estratégias e o objetivo agora era tentar chegar aos 21kms com no máximo 1h25 e tentar administrar a segunda metade da corrida e assim fazer a minha 3ª maratona em sequência sub-3.

Cheguei no km 10 com 39min40seg e nos 15kms com exatos uma hora de corrida
Tava tudo indo muito bem e com isso, novamente mudei os planos. Agora o objetivo seria tentar manter a média de 4 minutos por quilômetro até o km 30.

O percurso estava muito fácil. Com exceção de uma subidinha mais longa, porém não muito acentuada na Avenida 23 de Maio que ia do km 9 ao 11, aproximadamente.

Cheguei na marca da meia maratona melhor do que o esperado. Com 
1h23.

Pouco depois, por volta do km 26 durante um retorno contei aproximadamente 30 atletas na minha frente. O top 100 estava praticamente garantido também. Este era o segundo objetivo, e de repente, talvez tão importante quanto completar a prova abaixo das 3 horas. rsrs

Enfim, km 30 e 1h58'30 (tempo aproximado). Excepcional e sentia que dava para manter algo entre 4 a 4min20, no máximo, por km e se assim fosse, eu fecharia a prova abaixo de 2h50.

E a minha motivação foi maior ao chegar no km 40 com 2h40 cravado. Agora era só administrar para chegar bem e conforme ia se aproximando da chegada, a animação do público mais me fazia acreditar que seria possível e graças a Deus, deu tudo certo. Cheguei e cruzei a linha de chegada com 2h49min35seg (tempo do meu cronômetro) que depois foi corrigido e o tempo oficial foi de 2h49'22.

Como eu havia contado quantos atletas haviam na minha frente lá no km 26 e eu também contei, mais ou menos, quantos eu havia ultrapassado, eu acreditava que tinha ficado entre os 20 aos 25 primeiros colocados. Tudo ia depender dos tempos dos atletas que largariam nas baias anteriores. Por volta das 06:10h e 06:30h da manhã.
E ao buscar a minha medalha do Top-100 pude constatar o óbvio, 18° lugar geral. Logicamente que os 5 primeiros colocados não estavam naquela listagem, pois eles foram pódio geral e com isso a minha colocação oficial foi o 23º lugar de um total de mais de mais de 3.000 atletas. É claro que alguns não completaram a prova ou excederam o tempo (52 atletas) ou foram desclassificados (2 atletas) mas, eu não tenho culpa. kkkkkk

Nem preciso dizer que fiquei feliz demais da conta com o resultado. E com isso estabeleci um novo marco histórico na minha carreira de atleta amador: o de completar 3 maratonas no período de sete semanas e todas abaixo de 3 horas.
Eu já havia feito algo parecido em 2015 quando corri 3 maratonas em 13 semanas e em 2016 quando corri, também 3 maratonas, porém, no período de 11 semanas. No entanto, somente agora em 2022 é que eu fiz todas as 3 abaixo de 3 horas e ainda reduzi o período para apenas 7 semanas.
Mas, acho que nunca mais faço isso de novo. kkkk

E para comemorar, tomei 3 cervejas que estavam sendo entregues de cortesia após a prova. Raramente tomo mais que uma kkkk

Na sequência segui para a estação Cidade Jardim e de lá para o hotel onde saí às 13 horas e após um almoço 'tropeiro' (que de tropeiro não tinha nada e o preço era um absurdo de caro) segui para a rodoviária Barra Funda e aguardei ainda mais 3 horinhas apenas para pegar novamente o ônibus da Brasil Sul rumo ao Paraná. Mais precisamente Ubiratã, onde cheguei às 6 horas da manhã e às 8 já estava no trabalho.

Vida de atleta amador não é fácil não. Kkkk


Segue abaixo algumas fotos:

O kit.
.
.

O número já afixado na camiseta.
.
.

Pronto para mais uma.
.
.

Parece que cheguei cedo demais. rsrs
.
.

Não parece, mas tava frio. rsrs
.
.

Dentro de um dos túneis.
É show demais correr dentro dos túneis. rsrs
.
.

Água ou Red Bull? kkkkk
.
.

A felicidade estampada no rosto pelo excelente desempenho feito na prova.
.
.

Completando a minha 4ª maratona no ano e 26ª na carreira com o tempo oficial de 2h49min22.
Top-100 pela segunda vez na SP City e estabelecendo novo recorde na prova.
Em 2016 (na primeira edição) eu fiz 2h53min19.
.
.

Os 25 primeiros colocados no geral dos 42kms.
Resultados
.
.

Após a maratona.
.
.

Pode por mais uma pra conta aí. rsrsrs
.
.

Atleta Top-100.
.
.

Medalha de Participação.
Medalha Top-100.
E a cervejinha para comemorar. rsrs
.
.



Primeiramente sempre a Deus pelo dom da saúde e por me proporcionar excelentes participações nas provas que eu participo.
E um agradecimento especial aos colaboradores do Canal Pé Frio Loterias no YouTube, pois sem a ajuda deles não seria possível a minha participação nesta prova. Se inscrevam lá para me ajudar. hehe



Despesas (aproximadas):

Inscrição: R$ 205,19
Ônibus: R$R$ 377,27
Hotel: R$ 80,00
Alimentação: R$ 200,00
Transportes (Uber, Trem e Metrô): R$ 45,00
Outros (fotos): R$ 80,00

Total: R$ 987,46