segunda-feira, 15 de julho de 2019

Corrida Nº 183 - 2ª Prova Pedestre de Moreira Sales - Moreira Sales-PR - 16jun2019

.
Paixão, ou Loucura???
.



Pedal de ida, volta e prova.





Segue os dados gerais da prova:

Prova número: 183
Nome da Prova: 2ª Prova Pedestre Corrida e Caminhada de Moreira Sales
Cidade: Moreira Sales-PR
Data: Domingo, 16 de junho de 2019
Distância: 8kms
Tempo: 26min40seg
Colocação geral: 1º lugar
Atletas no geral: Não divulgado
Colocação na faixa etária de 36 a 45 anos: 1º lugar
Atletas na faixa etária: 16 corredores
Número total de pódios (fora de Ubiratã): 91
Pódios por classificação geral: 33
Pódios na categoria por faixa etária: 57
Pódios em equipes e/ou duplas: 1
Número de peito: 552



Só mesmo um 'apaixonado', ou um "louco" seria capaz de fazer o que eu fiz naquele final de semana.
Sem consegui encontrar ninguém que pudesse me levar à Moreira Sales no domingo dia 16 de junho, encarei de bicicleta os quase 80kms que separavam Ubiratã de Moreira.

Saí de casa por volta das 14 horas de sábado, dia 15. Já meio tarde, pois estava atrás de alguém para me levar no domingo de manhã para a prova. Mas, nenhum dava certo e quando resolvi sair já era meio tarde. Fui na cara e na coragem. Minha esposa nem queria que eu fosse, pois achava muito perigoso ir sozinho. E era. Mas, sei que Deus estaria comigo me acompanhando. E fui.


Para "ganhar" tempo, fui por estrada de terra até o Distrito de Primavera e segui por asfalto até Goioerê.
De Goioerê até Moreira Sales a minha intensão era seguir novamente por estrada de terra, mas o sol já estava quase se encobrindo no horizonte e achei que seria muito ruim pedalar no escuro em estrada de terra e segui de novo por asfalto. O problema é que na rodovia não tinha acostamento e o perigo era constante, mas no fim deu tudo certo e cheguei no portal da cidade perto das 19 horas.

.
Na entrada de Moreira Sales.


Segui até o centro. Dei uma pequena volta pela avenida principal e depois parei no único hotel da cidade onde fiz o check'in e ainda "chorei" por um descontinho alegando que vim de Ubiratã de bicicleta somente para correr a prova do dia seguinte e paguei "deizão" a menos na diária. rsrs
O que não deu para pagar menos foi na pizza e na coca-cola que me foi cobrado um valor absurdo por uma de 8 pedaços e um refri de 2 litros. Tudo muito mais caro do que aqui em Ubiratã. Mas, como eu precisava me alimentar bem o jeito foi encarar o preço salgado mesmo.
Comi 5 dos 8 pedaços e quase um litro e meio dos dois de coca. Deixei um pouco para o dia seguinte, pois pretendia não almoçar antes de voltar para casa e por volta das 22 horas fui dormir para descansar para a prova do dia seguinte.

.
Lanchinho...


Acordei por volta das 07:15h. Comi um pedaço da pizza que havia deixado da noite anterior, mais dois ou três bombons que havia levado e um copo de coca-cola e fui para o local da largada da corrida que ficava a menos de uma quadra do hotel. A prova tinha previsão de largada apenas para as 08:30h. Porém, ainda atrasou em meia hora e começou com um sol forte e uma temperatura lá nas alturas as 09:00h da manhã.

A princípio eu achei que seria uma daquelas provas em que eu não conheceria ninguém. Mas, me enganei.
Havia três amigos presentes no evento e isso colocou uma pitadinha de desafio a mais na disputa, pois sei que eles são bons corredores. No entanto, um deles (Alexandre) opto pela prova menor (4km) e o Juninho e o Gerson correriam os 8kms. O Gerson é de Iporã e vez ou outra me vencia nas provas do Circuito SESC e na largada ele saiu forte. Achei que não daria conta de acompanhá-lo desta vez devido ao cansaço do pedal feito no dia anterior.

.
Momentos antes da largada.

O Gerson é o de camiseta branca do meu lado esquerdo e o Alexandre de laranja do lado direito.



Na largada, teve um "tiozinho" de Moreira Sales que assumiu a liderança e quando eu chegava perto dele ele acelerava e não deixava passar. Mas, não durou muito. Com menos de um quilômetro eu já assumi a liderança e o Gerson veio junto. O Alexandre que fazia os 4kms também nos acompanhava.

Passei a marca do primeiro quilômetro com 3min13seg. Como era boa parte em descida e movido pela adrenalina inicial saí bem forte.
Já no segundo quilômetro pegamos uma subidinha leve, porém, foi o suficiente para diminuir o ritmo e fazer 3min25seg naquele km. O Gerson ainda me acompanhava. No entanto, do segundo quilômetro em diante eu não mais ouvia os passos deles. Ou seja, eu já começava a abrir alguma vantagem e tinha mesmo que fazer isso naquela parte inicial, pois na segunda volta eu poderia estar cansado e de repente perder aquela corrida. Coisa que não estava nos planos. Apesar do cansaço do pedal. Fui com intensão de vencer e não queria voltar pra casa sem essa vitória. rsrs


Já um pouco 'sossegado' na liderança, eu começava a "administrar" a vantagem e comecei a correr um pouco mais devagar.
Passei pelo terceiro e quarto quilômetro com o tempo batendo na casa dos 3min30seg e 3min40seg e assim cheguei para completar a primeira volta com o tempo acumulado de 13min50seg, aproximadamente.
Cheguei na frente até do Alexandre que venceu os 4kms com o tempo de 14min10seg, se não me engano.

E comecei forte a segunda volta, como era quase toda em decida aquele km, fui no embalo e marquei 3min27seg.
Depois disso, bem folgado na liderança, relaxei no ritmo das passadas e fiz dois, dos três quilômetros finais, acima dos 3min45seg e cheguei para cruzar a linha de chegada como CAMPEÃO GERAL dos 8kms com o tempo de 28min40seg. Um feito histórico nesta minha carreira de atleta amador pelo fato de ir pedalando um dia antes e vencer uma corrida e ainda voltar pedalando.

O Gerson, segundo colocado, chegou um minuto e três segundos depois.
.
Momento em que cruzo a linha de chegada.

A foto ficou meio 'esquisita', mas, já vinha caminhando a uns dois ou três passos e nesse exato momento estava fazendo o 'nome do pai' agradecendo a Deus pela prova.



Uma prova simples, mas gostosa de se participar e se tiver novamente em 2020, eu quero estar presente. Mas, desta vez não pretendo ir pedalando. O cansaço é demais. rsrs
Fui até aplaudido por todos quando anunciaram que eu havia ido de bicicleta. Pena não ter registrado isso em vídeo.


A prova não ofereceu medalha de participação. Também não cobrou inscrição. Mas, uma medalhinha de participação deveria ter. Pois assim, poderia incentivar mais pessoas a participar outras vezes.
Mas, apesar de não haver medalhas de participação, eu acabei recebendo uma pela vitória na faixa etária de 36 a 45 anos e subi no pódio duas vezes. Coisa que também não acho correto essa de dupla premiação. Mas, enfim... a organização assim definiu ...

Primeiro subi no pódio na faixa etária e depois, sozinho, para receber o troféu de campeão geral da prova. E em seguida voltei para casa, novamente pedalando, com a sensação do dever cumprido...


Segue abaixo mais algumas fotos:

.
Meu número.
.
.


Largada.
.
.

Pódio da faixa etária de 36 a 45 anos.
2º Rodrigo Rosan - Quarto Centenário
1º Claudemir (Eu) Ferreira - Ubiratã
3º José Reinaldo - Moreira Sales
.
.

Pódio geral.
Sozinho recebendo o troféu de campeão do prefeito de Moreira Sales.
.
.

Eu - campeão geral da prova e da faixa de 36 a 45 anos,
Juninho de Umuarama - segundo colocado na faixa de 26 a 35 anos nos 8kms e 
Gérson - vice-campeão geral nos 8kms e campeão da faixa de 46 anos acima.
.
.

Com o jovem prefeito de Moreira Sales, Rafael Bolacha.
.
.


Saindo do Hotel com destino a Ubiratã.
.
.

Medalha e Troféu da prova.
.
.



  

Agradecimentos:
Primeiramente e especialmente a Deus pelo dom da saúde, coragem e disposição para ir participar desta prova.
Um agradecimento especial a dupla João Vitor e Ricardo pela colaboração em parte das despesas e a Academia Boa Forma onde faço reforço muscular.


Abraço a todos e até uma próxima oportunidade se assim Deus nos permitir...


#tuttamaratonista

quinta-feira, 4 de julho de 2019

Corrida Nº 182 - 2ª Etapa do Circuito de Corrida de Rua Cidade das Flores - Corbélia-PR (09jun2019)

.
Nem eu mesmo acreditei do que fui capaz de fazer em Corbélia...



Dados gerais da prova:

Prova número: 182
Nome da prova: 2ª Etapa do Circuito de Corrida de Rua Cidade das Flores
Cidade: Corbélia-PR
Data: Domingo, 9 de junho de 2019
Distância: 6kms
Tempo: 19min59seg
Media por quilômetro: 3min20seg
Colocação geral: 4º lugar
Atletas no geral: 93 corredores
Número total de pódios (fora de Ubiratã): 89
Pódios por classificação geral: 32
Pódios na categoria por faixa etária: 56
Pódios em equipes e/ou duplas: 1
Número de peito: 259



Uma semana após a Meia Maratona das Cataratas lá estava eu competindo novamente.
Desta vez foi na cidade de Corbélia. Prova válida pelo Circuito de Corrida de Rua Cidade das Flores que marcava a sua segunda etapa, de um total de cinco.


Fui para a prova na companhia do Magaiver e com o apoio da Secretaria Municipal de Esportes de Ubiratã que cedeu o carro que foi guiado pelo Arthur. Porém, tivemos que abastecer o veículo desta vez, pois o Arthur havia esquecido de o fazer um dia antes. Colocamos "vintão" cada um e seguimos para Corbélia.
Chegamos na cidade faltando cerca de meia hora para a prova. Foi a conta de pegar o numeral, fixá-lo na camiseta e fazer um breve aquecimento.


O meu objetivo para esta etapa do circuito era acompanhar o Jilmar e o Lielzio. Atletas estes, que chegaram alguns segundos na minha frente na primeira etapa realizada três semanas antes.

Assim como em Foz, corri sem o celular na mão e saí forte. No primeiro quilômetro o meu cronometro marcou 3min12seg e já estava na frente dos dois atletas citados acima e seguia na quarta colocação geral.
Lá na frente seguiam o Luizinho, vencedor da primeira etapa, o Ademir, vice e o Daniel que foi o terceiro colocado naquela primeira etapa. Acompanhá-los é quase impossível, pois eles correm demais. Não sei porque eles não competem em provas mais importantes, pois com certeza dariam muito trabalho a inúmeros atletas de elite.

E apesar deles estarem relativamente bem longe de mim, mantive-me focado neles, principalmente no Daniel, pois este estava mais próximo. E focado nele, pude impor um ritmo extraordinariamente forte. pelo menos para os meus padrões. rsrs
E mantinha-me ali na casa de 3min20 a 3min30seg. Acredito que não fiz nenhum quilômetro acima de 3min30. E n
o quilômetro 5 eu passei com aproximadamente 17 minutos e alcançar o terceiro colocado não dava mais. Aliás; nem dá. A menos que ele esteja lesionado e ainda assim será difícil rsrs
Mas, eu tinha que tentar manter o ritmo para não perder aquela quarta colocação.

.
Na passagem pelo km 5 com passadas bem largas...


Ao fazer o último retorno após passar pelo pórtico de chegada, pude ver que o Jilmar estava bastante longe e vinha apenas na sétima colocação. Porém, o Lielzio vinha em quinto e não muito longe e os últimos 500 metros, em subida, foram bastante sofridos. Forcei o ritmo ainda mais naqueles metros finais em subida e cheguei exausto para cruzar a linha de chegada com o tempo oficial de 19min59seg (2min59seg no último km).
Este foi o meu melhor tempo em provas de 6kms até hoje.
Fiquei feliz demais com o resultado. Também, não era pra menos. Vinha de uma desvantagem de 13 segundos na primeira etapa para esta quarta colocação e tirei essa diferença e ainda cheguei 9 segundos à frente do quinto colocado. É pra ficar muito mais do que satisfeito. rsrs


Sinal de que os meus treinos intervalados em subida vem dando bons resultados...

Concluída a prova, peguei minha medalha, na mão mesmo, e fui dar uma caminhada para voltar a calma e em seguida fui comer algumas frutas e conversar com os amigos enquanto aguardávamos a premiação que após recebida partimos de volta para casa. Antes, porém, não podia faltar o já famoso 'chopinho' pós prova lá na (...) bom, não vou falar o nome do local, pois não tenho patrocínio de lá. Pelo menos não por enquanto. rsrs


E assim foi mais uma corrida na vida deste atleta amador do interior do Paraná que vos escreve...


Segue abaixo algumas fotos e vídeos:

.
Meu número e o chip.
.
.

Momentos antes da largada.
.
.

Sofrimento estampado na cara.
.
.

.
.

Na quarta colocação com o Lielzio em quinto e o Jilmar em sexto..
.
.

Minha passagem pelo km 5.
.
.

Minha chegada.
.
.

Eu e o Magaiver após a prova.
O Magaiver completou o percurso com 26min04seg. Ele foi o 40º colocado no geral e venceu a sua categoria.
.
.

Pódio geral masculino.
.
.

Os 5 primeiros colocados no geral masculino.
.
.

O troféu e a medalha.
.
.

Pódio geral feminino.
.
.

As 5 primeiras colocados no geral feminino.
.
.

Pódio da categoria do Magaiver (50/54).
.
.

Magaiver, Tite de Corbélia e eu.
O Tite completou os 6kms com 22min56seg, foi o 17º no geral e foi o 2º colocado na categoria Munícipes.
.
.

Eu, o motorista Arthur e o Magaiver.
.
.





Agradecimentos:
Primeiramente a Deus pelo dom da saúde e por me proporcionar uma excelente corrida.
Agradecimento também ao Arthur por ter nos levado. À Secretaria Municipal de Esportes de Ubiratã por ter cedido o carro. À Academia Boa Forma de Ubiratã pelo apoio na parte de fortalecimento muscular e ao José Bocalon do BCA Postos e BCA Transportes, pois, da última ajuda que ele me deu havia sobrado 40 reais e usei 20 deles para o combustível.
Agradeço também ao Paulão da Academia e ao Osdival da Farmácia Preço Baixo de Ubiratã pelos suplementos.



#tuttamaratonista

quinta-feira, 27 de junho de 2019

Corrida Nº 181 - 12ª Meia Maratona das Cataratas - Foz do Iguaçu-PR - 02jun2019

.
Nem eu esperava tanto. Pois, acredito que a preparação foi até inferior que em 2018.



Dados gerais da prova:

Prova número: 181
Nome da prova: 12ª Meia Maratona das Cataratas
Cidade: Foz do Iguaçu-PR
Data: Domingo, 2 de junho de 2019
Distância: 21,1km
Tempo: 1h15min55seg
Média por quilômetro: 3min35seg
Colocação geral: 3º lugar
Atletas no geral: 1.064 corredores
Número total de pódios (fora de Ubiratã): 88

Pódio por classificação geral: 31
Pódios na faixa etária: 56
Pódios em equipes e/ou duplas: 1
Número de peito: 22134




No último dia 2 de junho, um dia após o meu aniversário de 42 anos de nascimento, estive na cidade de Foz do Iguaçu participando da 12ª edição da Meia Maratona das Cataratas. Prova esta, onde detenho o meu recorde pessoal na distância de 21kms com o tempo de 1h14min18seg feitos lá em 2011. Mas, para este ano de 2019 as pretensões eram bem mais modestas. No ano anterior eu havia feito em 1h17min15 e para este ano o objetivo era ficar ali na casa de 1h17 e 1h18 que já tava bom demais. No entanto, havia previsão de chuva e frio para o final de semana da prova e eu adoro competir com clima frio. Tanto é que o meu recorde pessoal foi conquistado quando a temperatura estava em 8 graus com sensação térmica de 5. Todavia, o percurso era outro. Ele começava "lá em cima" na Avenida das Cataratas e terminava lá no Porto Canoas, ao lado das Cataratas. Local da largada nas últimas edições.
O percurso todo dentro do parque eu acho muito ruim. Pois, acredito que tenha muito mais subidas do que quando a largada era "lá fora". Mas, como não tinha outra escolha, o jeito era encarar o percurso todo ali dentro mesmo. E para isso, saí de Ubiratã com destino a Foz do Iguaçu no sábado após o almoço. Minha esposa foi de companhia comigo e chegamos em Foz por volta das 17 horas e imediatamente fomos até o Marco das Três Fronteiras fazer a retirada do kit.

.

O Marco das Três Fronteiras brasileiro.
.
Eu.


Uma coisa que acho muito ruim é a escolha deste local para a entrega dos kits.
Um lugar longe de tudo. Menos mal que pelo menos deram um ingresso de cortesia para acompanhantes para adentrar ao local, porque pagar 22 reais para ver aquilo lá não compensa não. Praticamente água e mato. Tem um chafariz até bem legal a noite. Mas, só também.
Tudo um absurdo de caro. Nem dá para comprar nada de lembrança. Mas, enfim... Tudo para fazer marketing do local. Eu, particularmente não vejo muita graça. O Marco Argentino é bem mais legal. Tem muito mais lugar para caminhar e é de graça. Mas, deixamos isso de lá e vamos voltar ao que interessa.

Após retirado o kit seguimos de táxi com outras três pessoas para o centro de Foz, onde jantamos no Mufatto e em seguida fomos para o hotel e por volta das 22 horas fomos dormir, pois precisávamos acordar bem cedo (05:00h da manhã) para nos encaminharmos até a entrada do parque onde precisávamos pegar os ônibus que nos levaria até o local da largada da prova.
Infelizmente este ano não deram ingressos para os acompanhantes e minha esposa acabou ficando na fila para comprar o ingresso dela e como eu não podia esperá-la, pois o transporte para acompanhantes começaria apenas a partir das 07:00h da manhã e a largada seria as 08:00h, então segui num dos primeiros ônibus que levaria os atletas até as Cataratas.


Fui um dos primeiros a chegar "lá em baixo". Tudo estava muito escuro. Além de frio.
Faltando uns 40 minutos para a largada tirei meu agasalho e guardei meus pertences no guarda volumes e fui me aquecer um pouco.
Uns 10 a 15 minutos depois já me encaminhei para o local de largada, pois queria sair o mais na frente possível, para não perder muito tempo.
Na prova, tinha pelo menos dois atletas que conhecia e sabia que eles corriam mais do que eu. No entanto, o meu objetivo era tentar acompanhar eles até onde fosse possível. Nem que fosse para segui-los meio de longe. Pois assim, sabia que eu faria uma excelente prova.

.
Pouco antes da largada.
.

Segundos após a largada.



E saí forte...

Já na largada, em subida, saí lado a lado com os primeiros colocados.
Após a rampa inicial que tem após a largada, tem um pequeno trecho em descida e nesse momento, caso eu quisesse, eu poderia ter liderado a corrida por alguns metros. Mas, não quis fazer isso, pois eu poderia me empolgar demais e colocar tudo a perder mais a frente, no decorrer da prova.

.
Passando em frente ao Hotel das Cataratas quase completando o primeiro quilômetro.


Completei o primeiro quilômetro com 3min41seg. Bem rápido, por se tratar de um trecho longo e forte em subida. E mantive-me ali bem próximo dos primeiros colocados.
E de início eles não abriram muito.

Entre o quilômetro 3 e 4 assumi a quinta colocação geral e os quatro primeiros colocados estavam bem próximos.
.
Vindo na quinta colocação e os primeiros colocados bem próximos...


E eu seguia fazendo uma boa prova. Sempre mantendo um ritmo ali entre 3min30 e 3min40seg por quilômetro. Raramente passava disso.
Entre os quilômetros 6 e 7 passei um atleta do Paraguai e assumi assim a quarta colocação geral. Colocação esta, que marcava a minha melhor colocação por ordem de chegada na prova que foi conquistada lá na segunda edição no ano de 2008.

Após assumir essa quarta colocação, o alvo agora era buscar o terceiro colocado, e ele seguia não muito longe. Cerca de uns 50 metros de distância e já comecei a pensar que esta poderia marcar a minha melhor participação no quesito: colocação geral/ordem de chegada nesta prova. E fui em busca desta marca que sem sombra de dúvidas será eternizada na minha carreira amadora neste esporte.

Enfim chegamos no quilômetro 10 e o meu cronometro marcou 35min35seg. Excelente tempo. E ainda conseguia seguir, porém, já meio de longe, os primeiros colocados.
Pouco depois completamos a metade do percurso e fizemos o retorno e na liderança da corrida seguia o Elton de Ibiporã, depois o treinador Clemersom Neis e um atleta de Curitiba que seguia em terceiro que eu não conhecia mas, fui tirando metro a metro a distância que nos separava e entre os quilômetros 13 e 14 consegui alcançá-lo e ultrapassá-lo na sequência. No entanto, após a ultrapassagem ele veio junto e isso começou a me incomodar um pouco por conta do barulho das passadas deles. Porém, logo comecei a abrir certa vantagem e fiquei, de certa forma, mais tranquilo. rsrs


Cheguei então no quilômetro 15 com o excelente tempo de 53min40seg. Ou seja, vinha fazendo uma prova impecável.
Já estava bem cansado é verdade, mas não queria e nem podia perder aquela terceira colocação geral e mantive-me firme na mesma pegada.

Dois quilômetros depois chegamos no local de retorno para quem fazia a prova de 8km que era chamada de "Desafio 8k" (se 8km é considerado um desafio o que seria então os 21kms???). Não dá para entender certas coisas. Mas, enfim...
Ao chegar neste local começava o tumulto. Poucos atletas abrem caminho para que vem dos 21kms e acaba atrapalhando demais. Mas, em seguida, a pista da esquerda ficou livre de corredores 'subindo' para fazer o retorno e aí comecei a correr por lá. Diminuía um pouco o ritmo nas subidas e soltava a pernada nas descidas. rsrs

Quando cheguei no km 20, que era quase todo em subida no início, agora era quase todo em descida e aí estiquei ainda mais a passada para não dar chances ao azar. No caso, para não dar chances do atleta de Curitiba, que vinha atrás, me surpreender no finalzinho da prova.
Passei em frente ao Hotel das Cataratas com largas passadas e desci embalado e neste embalo, quase subi toda a rampinha que dava para os metros finais da prova e após subir esta rampinha, embalei mais ainda e cheguei para cruzar a linha de chegada com o tempo oficial de 1h15min55seg.

.
 A menos de 1km do final...

... Com largas passadas ...


E finalizei comemorando o feito conquistado que não acontecia desde 2011 quando obtive o meu recorde pessoal na distância. Ou seja, desde 2011 não conseguia fazer uma prova de 21km abaixo de 1h16.

.
Completando a minha 9ª Meia das Cataratas com um tempo fantástico. Porém, ainda longe do recorde pessoal. No entanto, com a minha melhor colocação geral...


Após concluída a prova fui cumprimentar e também fui cumprimentado pelo campeão e vice, Clémersom Neis e Elton, respectivamente.
O Clémersom acabou superando o Elton nos últimos quilômetros. Mas, todos nós três havíamos conquistados as nossas melhores participações na prova. No quesito, ordem de chegada é claro. Porque, eu ainda fiquei um pouquinho longe do meu recorde pessoal que, acredito será difícil batê-lo algum dia. rsrs

Em seguida fui procurar minha esposa que me parabenizou pela conquista e depois fui pegar minha mochila no guarda volumes. Porém, demoraram quase uma hora para encontrá-la.
Depois, já fui chamado para o pódio e após recebida a premiação nos encaminhamos para a saída do Parque Nacional e nos encaminhamos para a rodoviária que acabamos perdendo um dos últimos ônibus de volta para Ubiratã e só conseguimos outro bem mais tarde e só acabamos chegando em definitivo em casa perto das 11 da noite. Muito cansados, porém, felizes. Eu principalmente. Pois, jamais imaginaria que um dia poderia voltar a fazer uma meia maratona com este tempo.



No mais, quero agradecer infinitamente a Deus pelo dom da saúde e por me proporcionar tantas coisas boas em minha vida e em especial a esta prova perfeita feita em Foz do Iguaçu um dia após meu aniversário de 42 anos...
Agradecer de forma especial a Secretária Municipal de Esportes e Lazer do Município de Ubiratã por ter me patrocinado em 100% nas despesas para a participação nesta prova.
Agradecer também à Academia Boa Forma dos proprietários e professores João e Ricardo pelo apoio que me dão na parte de reforço e fortalecimento muscular. Ao Paulão da academia e ao Osdival da Farmácia Preço Baixo de Ubiratã por me fornecerem os suplementos sempre que possível.
Agradecer a minha esposa pela companhia, apoio e amor de sempre e a todos os amigos que direta ou indiretamente me ajudam financeiramente ou em forma de apoio moral através de mensagens e cumprimentos.
Abraço a todos e até uma próxima se assim Deus me permitir...



Segue abaixo mais fotos:
.
Meu Número.
.
.

Minha chegada.
↓↓↓






.
.

Grandes amigos:
Clémersom Neis e Elton a minha direita, campeão e vice, respectivamente e a minha esquerda o Fábio, quarto colocado e seus dois pupilos de Curitiba que eu acabara de conhecer.
.
.

Foto histórica.
3º geral na 12ª edição da Meia Maratona das Cataratas.
.
.

.
.

Pódio geral da 12ª Meia Maratona das Cataratas.
.
.

Os 15 primeiros colocados da meia maratona masculina.
.
.

Após sair do pódio.
PS: Quati flagrado sem a cabeça lá no fundo da imagem. rsrs
.
.


.
.

Minha esposa Cileide e eu...
.
.

A medalha e o troféu da prova.
Mais uma vez sem o mascote oficial presente na medalha e no troféu.
.
.

Só mesmo assim. rsrs
.
.

Assim...
.
.

Ou assim ...
Foto: Christian Rizzi
.
.

Pessoal de Ubiratã:
Sabrina, Fernando, Cileide, Tutta e João.
Ainda faltou Aline e José Bocalon.
.
.

As 15 primeiras colocadas nos 21kms feminino.
.
.


As 15 primeiras colocadas nos 8kms feminino.
.
.

Os 15 primeiros colocados nos 8kms masculino.
.
.

Ubiratanenses presente na prova.
↓↓

Col. Geral  -     Nome       - Tempo     - Col. Fx.    - Dis.
541            -    Fernando  - 1:58'24   -      83        - 21k
674            -    Bocalon    - 2:06'23   -      24        - 21k

871            -    João         - 2:17'49   -     124       - 21k
720            -    Aline         -  2:51'29   -    159       - 21k
783           -    Sabrina     - 1:00'25   -     139       - 8k
.
.

Vídeo com o pódio geral masculino:
Clique aqui 



#tuttamaratonista