quinta-feira, 16 de abril de 2009

Cochilo pós-refeição aumenta rendimento


As vantagens de dormir depois de comer são várias, como diminuir o
estresse e aumenta o rendimento.

Em muitos países, dormir após as refeições é um costume cultural transmitido de geração para geração e totalmente adaptado à rotina das grandes cidades. A prática traz inúmeros benefícios para a saúde, conforme apontam estudos científicos. E tem sido indicada por médicos do esporte e treinadores, já que atua no relaxamento muscular e na melhora do rendimento físico.

"O benefício do repouso e da recomposição, ganhos com o cochilo após as refeições, é muito importante para quem pratica esportes", afirma Ricardo Cury, ortopedista e professor da faculdade de Medicina da Santa Casa de São Paulo. "Tanto a força empregada pelo indivíduo nos exercícios quanto a energia gasta estarão renovadas depois deste descanso", completa.

Numa próxima disputa ou mesmo nos treinamentos diários, o atleta terá mais energia e perceberá facilmente a melhora na performance.


Dormir para cuidar da cabeça e do coração
Do ponto de vista psicológico, cochilar depois das refeições também é positivo. "A quebra da rotina e a sensação de estar pronto para retomar as responsabilidades do dia-a-dia, acabam tornando o cotidiano mais prazeroso", afirma a psicoterapeuta Gabriele Talajoice. Além de privilegiar o descanso físico, as propriedades anti-estresse permitem que a calma, a concentração, o foco e a atenção estejam garantidos durante os treinamentos.

Estudos publicados no início de 2007, na revista Archives of Internal Medicine, exaltaram a eficácia do sono vespertino contra o estresse e também na prevenção de distúrbios cardíacos. Testes aplicados em indivíduos previamente saudáveis, entre eles esportistas, como corredores e ciclistas, mostraram que nos países que adotam a "siesta" há muito menos registros de mortes por problemas do coração, como o infarto ou as isquemias.

E esqueça o medo de engordar. Essa possibilidade está ligada ao tipo de alimento consumido, e não necessariamente ao sono. Manter uma dieta equilibrada, fracionar as refeições durante o dia e evitar a ingestão de altos índices de gordura já são medidas suficientes para trabalhar o metabolismo sem riscos de ganho de peso.


(Publicado em 23/08/2007 no site O2 por minuto)

Por Juliana Saporito


Nota: Verificando outro site encontrei um texto que tem como título: "Dormir após o almoço faz bem a memória". O mesmo está postado abaixo.


Dormir após o almoço faz bem a memória

Os últimos 20 anos forneceram consideráveis evidências do papel fundamental do sono na consolidação da memória. O núcleo das pesquisas nessa área refere-se a importância do descanso noturno por períodos mais longos. Por esse motivo o tempo de sono realmente necessário para que seus efeitos sobre a memória se tornem significativos, do ponto de vista comportamental, ainda não foi suficientemente investigado, avaliam os neuroendocrinologistas Manfred Hallschmid e Suzanne Diekelmann da Universidade de Lüebeck, Alemanha. Mas há razões para presumir que, mesmo períodos curtos de descanso podem, de fato, melhorar a eficiência da memória.


Existem poucos estudos que investigam o efeito de um breve cochilo na consolidação de memórias declarativas ─ as que envolvem fatos e eventos. A maioria desses estudos descreve um melhor desempenho após o sono, quando comparado com a vigília, mostrando melhoras na eficiência de 4% a 46% na memória para pareamento de palavras após uma sesta. Até um cochilo rápido, em torno de cinco minutos, melhora a eficiência da memória em relação à vigília. Já uma soneca mais prolongada, de 35 minutos, mostra resultados muito superiores. Curiosamente, uma série de experimentos mostra que o sono beneficia a memória independentemente da hora em que se dorme, o que destaca o potencial cognitivo do cochilo após as refeições.

Uma pesquisa sobre memória procedural, ─ que inclui habilidades perceptivas e motoras, como aprender a tocar um instrumento ─ mostra que uma sesta de 60 a 90 minutos melhora a percepção visual apenas se, nesse período de sono, os olhos fazem os dois movimentos de ondas lentas e rápidas, as duas fases que o cérebro atravessa enquanto cochilamos.

Os estudos se concentraram nas habilidades motoras como, por exemplo, aquelas em que os participantes devem digitar várias vezes certas seqüências em um teclado. Após um sono de 60 ou 90 minutos há melhora no desempenho da digitação, mas resultados muito melhores são obtidos após uma noite inteira de sono.

Em resumo, essas observações sugerem que um cochilo pode ajudar uma pessoa a se lembrar do que acabou de aprender, mas ela precisa de períodos mais longos, com os olhos fechados, para extrair o pleno potencial do sono.

Fonte: http://www.uae.com.br/index.php/diversos/209-dormir-apos-o-almoco-faz-bem-a-memoria


...tutta...
ubiratã-pr.
www.correndocorridas.blogspot.com

4 comentários:

Paulinho Stone disse...

E aí Tutta!
Fazia um certo tempo que não tinha tempo para comentar no blog dos amigos, devido a muito trabalho e outras coisas... mas, sobre o post, posso estar errado, mas para mim o horário de dormir é só a noite mesmo...
Pois não consigo de forma nenhuma dormir a tarde!

Abração!!!

Paulinho Stone
www.paulinhostone.blogspot.com

Marcelo Diniz disse...

Repouso é treino! Eu que o diga, depois de 4 semanas sem treinar!!! rs....

Cris Folgar disse...

Quem derá poder dormir após o almoço, ainda mais agora, com este friozinho...
Abraço Tutta !! e bons treinos !

...tuttA... disse...

Paulinho,
Tudo bem, eu também às vezes fico meio sem tempo, outras vezes apenas leio sem comentar, mas o importante é estar presente.
Obrigado pelo cometário.
E sobre dormir, eu gosto de dormir sim após o almoço, mas nem sempre sobra tempo para isso, já que venho almoçar as 11:30 e as 13h tenho que voltar pro trabalho. rsrsrs.
Abraços e bons treinos pra vc.


Marcelo,
Concerteza, repouso é treino sim.
Eu muitas vezes estou super exausto de tanto trabalho e treino e daí fico uns dois dias parado.
O meu treinador é que não gosta muito disso. rsrsrs
Mas pra mim o que importa é eu estar de bem comigo, treino, haverá outros, saúde, é a única que temos.
Espero que voltes logo aos treinos.
Abraços.


Cris,
Verdade Cris.
Eu às vezes tiro um cochilinho, mas tem que ser rápido, porque me sobra apenas uns 30 minutos de almoço livre, isso quando sobra. rsrsrsrs
Bjinhus paranaenses pra ti e ótimos treinos também.



Obrigado a todos por comentar aqui no Correndo Corridas.


...tutta...
ubiratã-pr.
www.correndocorridas.blogspot.com