segunda-feira, 20 de junho de 2016

Corrida Nº 137 - 9ª Meia Maratona das Cataratas - Foz do Iguaçu-PR - 05jun2016

.
Uma semana antes da 33ª Maratona Internacional de Porto Alegre eu encarei os 21,1 kms da 9ª Meia Maratona das Cataratas em Foz do Iguaçu e o desempenho me animou ainda mais para a prova gaúcha.


Concentradíssimo e com passadas firmes na "descida' até as Cataratas do Iguaçu.



Segue abaixo os dados gerais da prova:

Nome da prova: 9ª Meia Maratona das Cataratas
Cidade: Foz do Iguaçu-PR
Data: Domingo, 05 de junho de 2016

Distância: 21,1km
Tempo: 1h19min46seg
Media por km: 3min46seg
Colocação geral: 9º lugar
Atletas concluintes no geral: 987 corredores
Colocação na faixa etária de 35 a 39 anos: 2º lugar

Atletas na faixa etária: 175 corredores
Número de peito: 193


Saí de Ubiratã com destino a Foz do Iguaçu no sábado (04/06) as 12:30h tendo a companhia da minha querida esposa Cileide, além do Alisson e de sua namorada Ana Carla.
Depois de um atraso de quase uma hora chegamos em Foz do Iguaçu as 17:15h e imediatamente nos dirigimos para o Marco das Américas, local onde estava sendo entregue os kits. Por sorte, a entrega seguiria até as 20:00 horas por que se não teríamos dificuldades para chegar ao local que fica "fora de mão" de tudo. É um lugar turístico, mas longe demais do centro e quase deserto nas redondezas e de difícil acesso. Desde que se vá de ônibus metropolitano, é claro. Pois se passa por lugares muito humildes e de ruas em péssimas condições. Acredito que o 'apelo' turístico das Três Fronteiras (Brasil, Paraguai e Argentina) falaram mais alto para escolherem o local para a entrega dos kits. Na verdade eu não gostei não. E nem podemos apreciar nada, pois como chegamos a noite só vimos mesmo a loja aberta e com preços absurdos, no lado brasileiro, e as luzes dos marcos paraguaios e argentinos acessas do outro lado dos rios.
Se fosse durante o dia talvez eu teria outra visão. Mas ...

Na saída acabei conhecendo o Manoel da equipe CRMS do amigo Rodrigo de Campo Grande que dividiu um táxi conosco na volta.

Eu e o Alisson que correríamos a prova no dia seguinte após a retiradas dos kits.
.

Com minha esposa Cileide no local de entrega dos kits.


Com o kit em mãos voltamos para o centro da cidade e nos dirigimos para o Super Muffato onde jantamos e em seguida pegamos um ônibus no terminal e seguimos para o Iguaçu Eco Hostel, pertinho da entrada do Parque Nacional do Iguaçu e da largada da prova no dia seguinte.
Por ser em meio a natureza, o Hostel transmite uma tranquilidade sem igual. Pecou apenas na falta de armarinhos para deixarmos os nossos pertences e no Wifi que praticamente não funcionava.
Fora isso é um lugar maravilhoso e bem em conta. Paguei R$ 40,00 a diária no quarto compartilhado e tinha opção de quarto privado a R$ 60,00 reais. O único problema é que fica longe de lanchonetes e restaurantes.
Mas, o local é bem agradável.


Iguassu Eco Hostel.
.

Cartão do Iguasu Eco Hostel.


Chegamos no Hostel as 21:00 horas e as 22:30h fomos dormir.
Dormi pouco nesta noite que antecedeu a prova e acordei com uma tremenda vontade de ficar na cama tamanho era o frio lá fora. rsrs
Acredito que estava menos de 10 graus.
Comi alguma coisa que eu mesmo tinha levado de casa, pois o café seria servido apenas a partir das 07:00 horas e neste horário já estava embarcando em um dos ônibus do parque que levaria os atletas cerca de 2km pra dentro do parque onde seria dada a largada que ocorre sem público.


Como estava frio, e eu sabia que em Porto Alegre na semana seguinte estaria mais frio ainda, resolvi correr de camisa de manga longa para já ir me adaptando para a prova gaúcha. Em treinos eu já corri várias vezes de manga longa, mas em provas esta foi a primeira vez. Nos treinos nunca me atrapalhou, pois sempre corro um pouco mais devagar. E na prova ocorreu tudo bem e senti que podia correr de manga longa sem medo lá no Rio Grande do Sul também.

Meia hora antes da largada, que seria as 08:00 horas, comi uma barra de cereal que havia levado, dei uma passadinha rápida em um dos banheiros químicos e segui para uma aquecidinha básica e em seguida me perfilei para a largada.
Como me aqueci muito pouco, assim que foi dada a largada saí um pouco mais lento do que pretendia para ir me aquecendo e depois seguiria em um ritmo mais forte. Pelo menos 3min50seg por km, pois este seria o ritmo médio de um treino de 19 kms que eu teria que ter feito no sábado, véspera da prova, e que resolvi trocar pela prova por achar que é muito mais fácil manter um ritmo forte em uma competição do que no treino. Sem contar que eu teria chances de pódio, caso fizesse em até 1h20, segundo o resultado da última edição.

Antes de completar o primeiro quilômetro encontrei pelo caminho o André Savazoni da revista Contra Relógio e corri um pouco ao lado dele e em seguida comecei a abrir. Mas, ao ver um fotógrafo, reduzi um pouco o ritmo para sair na mesma foto que ele, relembrando 2011 quando fomos parceiros como Marcador de Ritmo lá em Pomerode-SC. Porém, acho que o fotógrafo só tirou uma foto e mesmo assim acho que não caprichou muito. Mas, tá valendo. Serve como registro.

Eu a esquerda da foto e o André ao lado com meio corpo encoberto pelo atleta 241.



Ele me disse que ia pra 1h25 que era o ritmo planejado para Porto Alegre na semana seguinte e comentei que seguia pra 1h20 e ele então pediu para eu ir. Nisso completamos o primeiro quilômetro e o relógio apontou 4 minutos cravados e acabei desejando boa prova pra ele e segui para o meu objetivo.
Dali em diante acelerei, aproveitando o percurso mais favorável na ida com mais descida do que subida e comecei a fazer um km atrás do outro na casa, ou abaixo de 3min40seg.

Seguindo forte.


No km 8, talvez um pouquinho mais ou um pouquinho menos, passamos em frente as Cataratas e nesse momento fica impossível não olhar para o lado e apreciar um pouco aquela beleza natural criada por Deus. 

Chegando para passar em frente as Cataratas.
.

Vê se não é um irresistível não olhar.
.




Pouco antes, ultrapassei dois corredores, ente eles o Lucas Claro, amigo do Facebook e assumi assim a 9ª colocação na classificação geral.
No km 9 fizemos o retorno e no 10 o meu tempo era de 36min55seg. Ou seja, menos de 3min42seg de média por km. Caí um pouquinho de rendimento do km 9 para o 10 devido as subidas e inclusive acabei perdendo as duas posições que eu havia ganho dois kms antes. rsrs

Dali em diante não mais consegui seguir tão rápido, pois as subidas eram mais constantes. Não muito íngremes é verdade, mas constantes e algumas até um pouco longa. Quando chegava nas descidas eu procurava acelerar um pouquinho mais. Porém, não muito. Pois, já estava com o pensamento lá em Porto Alegre e procurava me poupar também.

No km km 14 novamente assumi a 9ª colocação e a perdi novamente dois kms depois. Foi um "troca troca' danado de colocações entre o Lucas Claro, o Francis e eu.
No km 17 eu emparelhei com eles novamente, mas não quis ultrapassar, pois sabia que não teria pique para manter-me na frente deles por muito tempo e seria ultrapassado novamente.

Como percebi que o ritmo deles estava bom, procurei acompanhá-los e fomos clicados logo em seguida.

Francis, Lucas e Eu por volta do km 18 mais ou menos.


No km 18 o Lucas disse que estávamos num ritmo bom. Pouco abaixo dos 4 minutos por km e que se mantivéssemos assim terminaríamos abaixo de 1h20 que é o que eu queria.
Mas, citei que ainda tinha uma subida no final. Ele concordou, mas disse que era só nos últimos 700 metros que ela era mais intensa. No entanto, ela tem mais de 1km e chega a assustar sim. Principalmente pelo fato de você já ter percorrido quase 20 kms até chegar nela.


Assim que chegamos no km 19 propus aos dois que seria legal se continuássemos e chegássemos todos juntos. Que daria uma foto bem bacana.

Eles concordaram e o Lucas ainda mencionou que: se estávamos todos juntos a tanto tempo, poderíamos sim seguirmos assim até o final.
Faltando uns 500 metros eu não estava mais aquentando o ritmo forte que vínhamos fazendo desde que começamos a subir e disse pra eles que se quisessem seguir podiam seguir, pois eu não estava aguentando mais manter o ritmo. Parece que eles diminuíram um pouco, mas a 200 metros da chegada, me agarraram pelo braço dizendo para chegarmos de mãos dadas e então tive que tirar forças de onde não tinha para poder acompanhá-los.

Foi uma chegada emocionante. Porém, sofrida. Mas, muito gratificante.
Saiu até na TV em uma reportagem da RPC (Rede Paranaense de Comunicação).
E se não fosse por eles com certeza eu não terminaria a prova abaixo de 1h20 como queria.

Chegamos os três juntos. Porém, cruzei a linha de chegada alguns centímetros atrás deles e por ironia do destino, fiquei na frente deles na classificação geral feita pelo tempo líquido.
Terminei com 1h19min46seg em 9º lugar na classificação geral e em 2º lugar na categoria por faixa etária dos 35 aos 39 anos.

Lucas foi o campeão da 25/29 e Francis foi o 2º na 30/34.
O tempo líquido deles: 1h19min52seg e 1h19min54seg, respectivamente.

A uns 100 metros da chegada.
Reparem na minha cara de sofrimento tamanho era o esforço que fazia para acompanhá-los.
.

A poucos metros.
.

Quase chegando.
.

Me atrapalhei um pouquinho com a placa por isso fiquei alguns centímetros pra trás.
.

Nossa chegada.
.

Pensa num cara exausto. É assim que eu estava.
.

Travando o cronômetro e conferindo o tempo.
.

Um abraço de agradecimento no Lucas e ao mesmo tempo me apoiando nele para não cair.


Após finalizada a prova fui para massagem e em seguida para o Hostel tomar banho e retornei para a premiação onde encontrei vários amigos que estarão presentes nas fotos abaixo.

Assim que recebi o meu troféu fui almoçar com minha esposa, enquanto a Alisson, que completou com 1h35min58seg, desceu nas Cataratas com sua namorada e as 14:50h embarcamos de volta para Ubiratã.


Avaliação da prova: Boa.
Inscrições: Entre R$ 90,00 e R$ 150,00 reais dependendo da data. Um tanto quanto cara pela crise que o Brasil enfrenta nos últimos meses.
Kit: razoável. Contendo uma camiseta, o número e chip além de uma papelada sem importância.
Premiação: Troféus para os 5 primeiros no geral e nas categorias. Este ano não houve premiação em dinheiro para os primeiros colocados no geral. Por isso os tempos foram relativamente altos.
Percurso: Cercado de verde por todos os lados e com vista para as Cataratas do Iguaçu por volta do km 8 e 10, mas com bastante subidas, principalmente na volta das Cataratas. 
FALHAS: Faltou medalha para o últimos colocados. Não houve controle na entrega e quem quisesse podia pegar mais do que uma. Bastava dar a volta e uma pequena disfarçada e entrar novamente no funil de saída que levava quantas quisesse.


Segue abaixo mais fotos:

Meu número.
.
.

No Hostel antes da prova.
.
.
Alisson e eu pouco antes de embarcamos no ônibus do Parque para sermos levados até o local da largada.
.
.

Percurso
.
.

Momento da largada.
.
.

Cortando por fora para ganhar tentar encontrar caminho livre a frente.
.
.

Mais de 1.700 atletas inscritos.
.
.

O caminho por fora estava bem menos congestionado.
.
.

Conversando com o André Savazoni lá atrás, próximo ao fotógrafo.
.
.

Mais uma foto junto com o amigo André que completou com 1h25min07seg.
.
.

Seguindo em ritmo forte.
.
.

Sempre concentrado.
.
.

E com uma passada perfeita.
.
.

Após a prova.
.
.
Com o Alisson após a prova.
Ele completou os 21,1 kms com 1h35min58seg e foi o 129º colocado na classificação geral e o 7º na categoria 20/24.
.
.

Com o amigo do Facebook Reginaldo.
Ele completou a prova com 1h28min49seg e foi o 56º geral e 18º na mesma categoria 35/39.
.
.

Com outro amigo do Facebook: Adalberto, o Santos Maratonista.
Ele completou com 1h23min02seg e foi o 23º geral e o 5º na categoria 35/39.
.
.

Com o Manoel de Mato Grosso do Sul da equipe C.R.MS Pão & Tal.
Ele completou a prova com 1h30min23seg e foi o 69º no geral e o Campeão da categoria 60/64.
.
.

Nó pódio.
.
.

Recebendo o meu 4º troféu de 2016 em 4 corridas realizadas.
.
.

Mais um pódio. O 4º em 5 participação na Meia das Cataratas..
.
.

Classificação dos 15 primeiros colocados da categoria de 35 a 39 anos.
Clique na imagem para AMPLIAR.
.
.

.
.

.
.

Com os amigos Nilmar e Márcio que foram 1º e 4º na categoria 30/34 anos e 8º e 29º no geral com os tempo de 1h18min36seg e 1h23min25seg, respectivamente.
.
.

Usando a camiseta do time de futebol do Município de Ubiratã pra fazer uma "moralzinha" rsrs
.
.

A medalha.
.
.

O belíssimo troféu.
.
.

Classificação geral dos 15 primeiros colocados da prova masculina.
Clique na imagem para AMPLIAR.
.
.

Classificação geral das 15 primeiras colocadas da prova feminina.
Clique na imagem para AMPLIAR.
.
.

Chegada do Alisson com 1h35min58seg.
.
.

Eu e minha esposa Cileide e Alisson e sua namorada Ana Carla.
.
.

.
.

Camiseta da prova.
Ainda me deram errado. Escolhi G no ato da inscrição e deram M na entrega dos kits e eu como não conferi na hora acabei saindo no prejuízo. 
.
.

Matéria exibida na RPC (Rede Paranaense de Comunicação).
.
.




Agradecimentos:
Primeiramente a Deus por intercessão de Nossa Senhora Aparecida e Sagrado Coração de Jesus.

A acadêmia Boa Forma além da minha esposa e amigos.

Abraço e até breve com o relato da Maratona de Porto Alegre.



tutta/Baleias-PR
www.correndocorridas.blogspot.com.br

2 comentários:

Sergio disse...

Show de bola, amigo! muito bom! Aquele local é realmente fantástico...
grande abraço,
Sergio

tutta disse...

Resposta ao Sergio.
Valeu Sergio.
Abraço.


tutta/Baleias-PR
www.correndocorridas.blogspot.com.br