terça-feira, 7 de julho de 2009

Prova Número 47

Data: Domingo, 05 de julho de 2009
Cidade: Foz do Iguaçú-Pr
Nome da Prova: III Meia Maratona das Cataratas do Iguaçú
Distância: 21.097 metros

Tempo Líquido: 1h15min44seg (bruto = 1h15min51seg)
Número de Atletas: 664 na categoria masculino geral completaram
Colocação: 10º lugar
Atletas na faixa-etária 30 a 34 anos: 102 concluintes
Colocação na faixa-etária: 1º lugar



Bom amigos, primeiramente peço desculpa por só agora estar postando o relato da Meia Maratona das Cataratas, mas é que não tive o tal tempo necessário até o presente momento.
Quero dizer também que os detalhes de antes e pós-prova contarei no próximo post para não me estender muito neste, que aliás já vai ficar um pouco extenso.hehe

Contarei aqui e agora, apenas o principal. A minha participação.
Vamos lá então.

Acordei às 5h30min da matina, aliás, me levantei neste horário, já que praticamente não consegui dormir devido a alguns fatos acontecidos no dia anterior (que contarei no próximo post), pelo excesso de ansiedade (já que esta seria a primeira prova importante que eu participaria sem treinador) e pelo fato de estar chovendo. Não é que tenho medo de chuva, mas ficava pensando.

– Pow, tá frio e ainda por cima chovendo??? Tomara que até a hora da largada amanhã esta chuva dê uma trégua. (a previsão seria de apenas 10 milímetros de chuva para o dia da prova, mas acho que choveu umas 4 ou 5 vezes mais que isso, rsrs).

Como o de costume antes das provas, fiz um pequeno café da manhã a base de uma maça, duas bananas e 7 ou 8 bisnaguitos (esses bisbaguitos são como se fosse pãezinhos franceses, mas em miniaturas, aproximadamente 5 deles dá o tamanho do tal pão francês normal) e tomei um copo d’água (não sei o que vocês acharam deste meu café da manhã, mas ele já é tradicional em minhas corridas e vem dando certo.rsrsrs).

Saí do hotel Gran Via (onde eu estava hospedado) que fica cerca de 600 metros do ponto de largada na Avenida das Cataratas às 6h30min com uma pequena garoa e um pouco de frio.

A largada da elite feminina composta por apenas 8 atletas se deu as 7h20min debaixo de uma chuva fina.
Dez minutos depois foi a vez da elite masculina (composta por 9 ou 10 atletas, não consegui ver ao certo quantos eram) e da geral masculina e feminina darem seus primeiros passos também debaixo de chuva. Aliás, a chuva e o frio persistiram até o final da prova.
Até por isso, muitas vezes corri pelo acostamento devido a pista estar meio escorregadia e no acostamento o piso dava mais aderência ao pisar no chão e com isso também mais impulsão, mas o piso irregular era um prato cheio pra uma torção ou queda. Graças a Deus sou acostumado a treinar em pisos assim e não aconteceu nada de errado.rsrs.

Saí bastante forte.

A princípio pensei em forçar bem mais o ritmo e acompanhar os atletas de ponta pelos primeiros dois kms de prova pelo menos, pois acho que conseguiria isso numa boa.
Mas, contive o meu ímpeto de Ayrton Senna, quando literalmente voava com seu F1 em pista molhada e resolvi fazer a minha prova mais na cautela.

Fiz o primeiro km em 3min08seg, rápido demais (tô falando que conseguia manter o ritmo ao lado dos elites por pelo menos 2kms, era só forçar um pouquinho mais, rsrs).

Ao final deste primeiro km contei 32 atletas em minha frente, os primeiros colocados estavam cerca de uns 100 metros de distâcia apenas.

Procurei conter a emoção e não acelerar muito, pois ainda era o princípio da prova.

No segundo km o ritmo foi de 3min32seg. Pouco abaixo do ritmo que estou acostumado nos treinos. Já que em treino faço na média de 3min40seg/km aproximadamente.
Procurei manter esse ritmo de treino em cada km.
Quando completava um km já de imediato somava o tempo já corrido com mais 3min40seg e no próximo km eu teria que estar naquele tempo ou abaixo dele. E deu certo.
Sempre fazia uma projeção e quando chegada em determinado km o tempo era sempre inferior ao que eu havia estipulado.

Completei os primeiros 7km em 25min02seg.
Com mais dois tempos iguais a este nos próximos 14 kms (7+7, dividi a prova em três partes distintas) o recorde do ano anterior estava batido.

Passei o km 10 em 35min37seg e no km 14 o cronometro marcava 50min20seg, ou seja, nos 7km intermediários da prova fiz em 25min18seg. Ainda dava para o recorde.

Logo depois no km 15 (distancia da São Silvestre) passei em 54min cravados.
Aí tem uma coisa que fico matutando em minha cabeça.

Quando a prova é a São Silvestre eu não consigo fazer os 15kms lá abaixo de 1h.
Não consigo entender o porque disso.
Será que é por causa do tumulto e com isso perdemos tempo ou não conseguimos impor o ritmo de corrida desejado?
Bom, sei lá.
Mas isso não vem ao caso agora não é mesmo?rsrs

Então voltando a prova das Cataratas.

Naquele ritmo conseguiria fazer um tempo tão bom quanto no ano anterior e foi nisso que pensei o tempo todo durante o percurso.
Que apesar de não ter dormido quase nada como comentei nas linhas anteriores me sentia super bem a cada passada dada.

O único ponto em que me senti meio mal durante todo o trajeto desde a largada no km 4 da Rodovia das Cataratas em frente ao hotel Mabu Thermas e Resort e a chegada no Porto Canoas em frente as Cataratas foi por volta do km19,5, quando senti dores nas duas coxas, talvéz falta de musculação, já que não faço e não sou fã desta prática.
Mas sempre pensei positivo e não me abalei por aquelas dores e mantive o pensamento lá na linha de chegada dizendo a mim mesmo:
- Só falta uns minutinhos depois você terá todo o tempo do mundo pra descansar, não desista agora.

E assim fui.

Quando cheguei no km 20 e vi a possibilidade de ganhar mais uma posição, já que a uns 60 ou 70 metros a frente tinha um corredor (que por sinal era da minha categoria, fiquei sabendo disso depois no pódio) e ao lado a visão das quedas d’água das Cataratas me enche os olhos e me faz acelerar mais e mais.

Faço uma curva em descida a esquerda e outra a direita por cima de uma calçada pra evitar escorregar nas folhas das árvores espalhadas pelo chão no meio da rua e logo depois volto pra rua e uns fiscais logo a frente me dizem: - Lado esquerdo, lado esquerdo. Dizendo pra que eu corra do lado esquerdo da rua deixando livre o lado direito para eventual passagem de ônibus do Parque.

Começa a última subida e o meu ritmo foi o mesmo que fiz na descida a poucos metros atrás.
Vençida a subida, me embalo na última descida (cerca de uns 200 metros ou talvéz mais) e vejo o atleta em minha frente cada vez mais lento, ou seria eu que estava mais rápido? Sei lá?rsrs
No momento o que eu queria era ultrapassá-lo.

Consegui o feito a poucos metros da linha final.
Travei o cronômetro em 1h15min41seg. Agora só faltava a confirmação do tempo por parte da organização que ficou a cargo da chiptiming.
Quando saiu o resultado, teve 3 segundos acrescentados a ele: 1h15min44seg no tempo líquido. No tempo bruto 1h15min51seg.

O atleta que chegou logo atrás de mim marcou 1h15min54seg no tempo bruto (3 segundos a mais que me valeram a décima colocação), já no líquido o tempo dele foi de 1h15min53seg.
Acredito eu que este atleta seria de elite e que havia quebrado durante o percurso, pois ele corria com o número 7. E pesquisando sobre ele na internet constatei isso.
Paulo Alves dos Santos 11º na Meia das Cataratas 2009. Ele foi o terceiro colocado na São Silvestre de 2006 marcando o tempo de 45min17seg.

Se estou feliz????
Acho que felicidade é pouco para o que estou sentindo.
Apesar dos contratempos que contarei no próximo post. Eu me senti o cara mais feliz do mundo naquele momento. Não por ter vencido o Paulo Alves, mas por saber depois que fui o décimo colocado geral da prova. E o melhor ainda estava por vir.
CAMPEÃO na categoria 30/34. Ou melhor, campeão não; BI-CAMPEÃO, já que no ano passado (2008) com o tempo de 1h15min23seg fui campeão também na categoria.

Felicidade é pouco para o que estou sentindo agora.
Numa prova onde houve de 9 a 10 atletas considerados elite, eu ser o 10º geral, poder vencer a categoria por dois anos consecutivos, quase bater o recorde pessoal da prova mesmo sem ter mais o treinador, treinando menos dias na semana e menos distâncias e quilometragem que no ano anterior. Além de ter conhecido amigos super especiais: Bruno, Carla, Tuco, as quatro meninas simpaticíssimas de Cuiabá-MT, o Paulo de Bauru-SP, a professora de educação física Aline, 23ª colocada geral feminina de São Paulo capital e sua mãe (do qual falarei de todos no próximo post). A felicidade está completa. E tanta felicidade assim não dá para esquecer nunca mais na vida.

Bom amigos, o meu relato sobre esta fantástica prova está aí.
Espero que possam ter curtido um pouquinho da prova lendo estas simples e humildes linhas de um corredor amador que não tem o dom de ser escritor, mas que escreve o que acontece consigo na maior simplicidade dos fatos.


Grande abraço a todos e muito obrigado pelos comentários, emails e mensagens de incentivo.
Segue abaixo a classificação dos três primeiros no geral feminino e masculino e algumas fotos.
.
Classificação Masculina

1º - JOÃO FERREIRA DE LIMA (João da Bota) 01:03:37
2º - FRANCK CALDEIRA DE ALMEIDA 01:03:42
3º - DAMIAO ANCELMO DE SOUZA 01:04:01


Classificação Feminina
1ª - ANNE CHEPTANUI BERERWE (queniana) 01:14:04
2ª - MARILY DOS SANTOS 01:16:16
3ª - MARIZETE MOREIRA DOS SANTOS 01:17:11
.

Pódio composto pelos vencedores, vices e terceiros colocados no geral mas. e fem.
.
.

A premiação foi 15 mil reais para o primeiro, 10 mil para o segundo e 5 mil reais para o terceiro colocado no geral tanto no feminino como no masculino. Nas categorias houve apenas um troféu para os três primeiros.


As quatros meninas de Cuiabá-MT que conheci no jantar de massas na noite anterior a prova. Infelizmente não me recordo o nome de vocês. Mas agradeço pela força e incentivo antes da largada da prova. E foi uma pena não poder lhes reencontrar ao final dela. Um super beijo a todas vocês e espero que vocês entrem aqui no Correndo Corridas e deixem algum email de contato. Sucesso, felicidades, bons treinos e corridas a todas.

.

.


Pronto pra sair do Hotel Gran Via e ir rumo a mais um pódio.rsrs

.

.


Já no pódio após a prova com o meu 13º troféu, o segundo do ano, o segundo de 1º lugar. Foi também o meu quarto pódio em quatro provas em Foz do Iguaçú.

.

.


Nas Cataratas com o troféu e com a minha 38ª medalha. Sétima no ano.

.

.



Eu, Bruno, Carla e Tuco. Foi sensacional conhecer vocês. Que Deus sempre os abençõe e que possam lhes dar o maior de todos os prêmios que é a saúde para que vocês possam estar sempre Correndo Corridas por aí. E por falar em correr corridas, você literalmente esteve Correndo na Chuva em Foz do Iguaçú né Bruno.rsrs

.


.


Nota:
1 - O percurso de 21kms da Meia Maratona das Cataratas do Iguaçu contém 9kms deles na Rodovia das Cataratas e 12kms dentro do Parque Nacional do Iguaçu, e não é um dos percursos mais fáceis, aliás, não é nada fácil, pois é composto de várias subidas e descidas.
A segunda parte (dentro do parque) talvéz seje o mais difício da prova.
As subidas são pequenas, porém, constantes.
Fora do parque há uma outra subida mais longa, mas os trechos de descidas e planos se sobre saem muito bem dando até um alívio maior ao corredor do que ter que terminar uma pequena subida e encarar uma outra logo de imediato.

2 – O Richard do site Erunner.com havia me pedido para fazer uma cobertura da prova em geral, no qual eu enviei o material ontem a ele, por isso não pude atualizar este blog aqui com o relato da Meia Maratona antes.
Quem quizer conferir a matéria é só acessar o link a seguir: http://www.erunner.com.br/ver-cobertura.php?area=10

3 - O meu amigo Magaiver daqui de Ubiratã estreou em meias maratonas lá em Foz, mas sobre sua participação também contarei no próximo post, acompanhado dos fatos e acontecimentos do antes e pós-prova minha, e sobre os gastos e despesas obtidos na participação desta meia maratona. Também falarei sobre os nossos patrocinadores, sobre a organização da prova por parte da Associação Pró-Correr de Incentivo ao Esporte e Cataratas do Iguaçáu S/A (empresa realizadora da corrida).




...tutta...
ubiratã-pr.

www.correndocorridas.blogspot.com

9 comentários:

Emerson Jacques - corredor disse...

E aí brother, me alegrei muito com o seu relato, que beleza de corrida, hein? Meus PARABÉNS. Voce voou baixo, é isso aí mesmo. Curta muito esse momento e sempre lembre dele, quão fantástica foi sua superação depois de todos aqueles momentos ruins que voce passou. Pense nesso: "O FUNDO DO POÇO PODE NÃO SER O FIM DE TUDO, ELE PODE SER O INÍCIO DE UMA NOVA ETAPA NA VIDA, ELE PODE REPRESENTAR A OPORTUNIDADE DE UMA GRANDE ARRANCADA PARA UMA NOVA FASE". Grande abraço desse maringaense.

Stéphanie Perrone disse...

bah, tu voou baixo pelas cataratas hein!!! muito bom o resultado. e pelo visto a prova é sensacional. ano que vem pretendo encaixá-la no meu calendário.

abraço
Stéphanie

Jorge disse...

---------\\\\|/---------
--------(@@)-------
-o--oO--(_)--Ooo-
Tutta, meu amigo, bom dia, já lhe parabenizei por email e agora faço por aqui, cara vc arrasou, meus parabéns camarada, vc merece,imagina esse feito, vc sem técnico e ainda por cima fez esse tempaço, brilhante camarada...showww...Vc disse aqui que é corredor amador ah para com isso vc sim é corredor de elite...Pelo que eu vi aqui mandou bem com as meninas hein, tá poderoso camarada...kkk...
Vc brilhou nesta prova...PARABÉNS!!!
Legal também que vc encontrou com os amigo(a)s virtuais blogueiros que agora são reais.

Boa semana e bons treinos,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.blogspot.com
Bons treinos,

Um abraço,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.blogspot.com

Carlos Lopes disse...

Bem meu amigo... sem palavras, como te falei, sabia que vc ia vencer nesta prova, e fez isso. Dou os meus parabéns de uma forma muito especial, como diz o Jorge, tu não tem treinador, não é profissional, mas corre pra caralh.. ( desculpa a asneira), mas é verdade. Tu é da elite, tu é um campeão. Acredita meu amigo, tu merece isso e muito mais, és uma pessoa no qual eu admiro e respeito, falo muito de vc a amigos meus aqui, todos ficam admirados com vc... falar em admiração, puxa vc vai para uma prova e conhece logo 4 moças lindas..... tu é fogo, não deixa mesmo nada...quando quiser, so vir a Portugal correr, tens onde ficar

...tuttA... disse...

Emerson,
Muito obrigado pelas palavras deixadas aqui no meu blog.
E pra ser sincero com vc, também concordo que voei nesta meia maratona em Foz, pois a princípio a minha projeção de tempo seria de 1h18. E acabei fazendo abaixo de 1h16.
Vou curtir este momento por um bom tempo concerteza. Foi inesquecível pra mim.
Esta vitória chegou na hora certa. Eu realmente precisava de algo importante pra continuar nesta minha vida de corredor.
Grande abraço a vc e que Deus possa lhe proporcionar em dobro por tudo o que desejas a mim.


Oi Stéphanie,
Mas bah guria, e não é que voei mesmo na Meia das Cataratas tchê.rsrsrs
A prova lá em Foz do Iguaçú é magnífica concerteza.
Esta é uma daquelas provas em que se deve participar ao menos uma vez na vida.
Obrigado por deixar seu comentário aqui tá ok Stéphanie.
E tomara que no próximo ano vc consiga encaixá-la em seu calendário sim.
BjinhUs paranaenses pra ti.


Jorge,
Muito obrigado.
Tenho que concordar, foi um tempaço realmente o que fiz em Foz do Iguaçú, acho que a temperatura e clima do dia ajudaram e muito para que eu obtivesse este grande resultado.
E quanto há ser um atleta de elite, ainda falta muiiiiiiiiiiito.rsrs
E nem pretendo ser 1 um dia.
Pretendo continuar Correndo Corridas, pois é o que eu mais gosto de fazer na vida.
Independente de ser amador ou não.
Só que pra ser elite eu terei que ter tempo exclusivamente para treinar, mas isso não é possível, pois eu dependo do meu trabalho para me manter financeiramente.
E outra coisa, se eu forçar demais nos treinos o meu joelho direito não suportará por muito tempo.
Já me lesionei duas vezes quando estava tendo orientações de um treinador e a lesão vinha sempre quando os treinos eram mais intensivos.
Pretendo ser amador mesmo.rsrs
Grande abraço pra vc.
Considere-se como sua também esta minha vitória lá em Foz caro amigo Jorge.
Pois vc sempre me incentiva e me dá forças atravéz dos emails, dos comentários deixado aqui no Correndo Corridas e pelo orkut.
Que Deus o abençõe sempre.
Ahh, e quanto as meninas, são umas gatas mesmo né??hehehe
Só me lamento em não ter encontrado elas na chegada.


Carlos,
Pow cara, fiquei sem palavras quando li seu comentário deixado aqui no Correndo Corridas.
Sabe amigo, é super gratificante ter pessoas que reconhece o verdadeiro valor que temos, mesmo que vc não o veja em vc mesmo, mas tem alguém ali do seu lado sempre acreditando e te incentivando.
Acho que a melhor coisa que fiz, foi criar este espaço aqui.
Me sinto muito feliz em ler cada comentário deixado neste meu humilde blog.
Nem sei realmente como te agradecer pelas palavras deixadas aqui.
Mas peço a Deus que o ilumine de todas as formas, e que vc possa ser sempre esta pessoa extraordinária que és.
Um abraço do tamanho do universo pra vc.
Espero um dia te conhecer pessoalmente.
E quanto a correr em Portugal, pra mim é muito difício, já que não tenho apoio dos governantes municipais e ganho muito pouco onde trabalho. E uma viagem do Brasil até aí não fica muito barato não.
Mas tenho fé de que um dia Deus há de me ajudar, e quando isso acontecer, concerteza irei correr aí no seu país com muito prazer. Já que o meu maior sonho é fazer uma prova no exterior e quem sabe, uma em cada continente um dia
Tudo de bom pra vc sempre.



---> tutta <---
ubiratã-pr.
www.correndocorridas.blogspot.com

Pati Gomes disse...

Querido Tutta,

Antes de você escrever, o Bruno já tinha me contado sobre a sua vitória lá em Foz. Você não tem idéia do tanto que fiquei feliz quando soube!!!

Leio seu blog há algum tempo, então vejo o tanto que lutou contra a lesão, como foi difícil largar o treinador e aí, quando vejo o resultado maravilhoso que teve, ah, é bacana demais!!!!

Saiba que, aqui das Minas, tem uma pessoa que torce muito por você: eu! Novamente, PARABÉNS!!!!!!!!! Ano que vem, espero poder participar dessa corrida com vocês!

Grande beijo!

...tuttA... disse...

Pati,
Muito obrigado amiga Pati.
Não parei de correr definitivamente pela força que todos vocês me dam atravéz destes comentários deixados aqui.
E olha, estou imensamente feliz por ter vencido em Foz. Pois fiquei quase 6 semanas sem ânimo para treinar.
Espero que de agora em diante eu não tenha mais recaídas como antres.rsrsrs
Muito obrigado novamente.
E te espero em Foz do Iguaçú para a 4ª edição de Meia Maratona no ano que vem.
Super beijo pra vc.


---> tutta <---
ubiratã-pr.
www.correndocorridas.blogspot.com

TC Projeto Triathlon (Tuco) disse...

Tutta, que felicidade poder participar deste momento tão especial com você, e o principal, nos encantamos com a sua simplicidade, humildade e velocidade!! Heheheheh! Continue assim que você é um cara que tem futuro... E ele está muito perto amigão. Nossos parabéns e que esta amizade só se fortifique. Valeu amigão... Abração. Tuco

...tuttA... disse...

Tuco,
Olha cara, muito obrigado por tudo.
Saibas que fiquei muito feliz em conhecer vc e a Carla também.
Em breve, se Deus quizer nos encontraremos novamente, pois pretendo correr a Maratona de Curitiba em novembro.
Grande abraço a vc e dê um super beijo na Carla por mim.

Estou add o seu blog ao meu, ok?
Ahh, e que bom que vocês gostaram da minha simplicidade, honestamente sou um cara simples mesmo e não corro tanto assim como vc citou no comentário não viu??rsrsrs
Apenas dou umas passadas mais rápidas.hehe

Abraços.

---> tutta <---
ubiratã-pr.
www.correndocorridas.blogspot.com