quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Corrida Nº 113 - 20ª Etapa do Circuito SESC de Caminhada e Corrida de Rua - Etapa Campo Mourão-PR - 16nov2014

.
Com o tão sonhado troféu do Circuito SESC já conquistado na etapa de Pato Branco, fui à Campo Mourão tentar um vitória no geral. E quando fiquei sabendo quais os atletas que participariam da prova achei que não tinha chances nenhuma. Porém, como eu não tinha nada a perder, decidi ir pra cima com tudo e lutar até não aguentar mais. E acabei batendo meu recorde nos 5kms.



Dados gerais:

Nome da Prova: 20ª Etapa do Circuito SESC de Caminhada e Corrida de Rua

Cidade: Campo Mourão-PR
Data: 16 de novembro de 2014
Número de Peito: 121
Distância: 5kms
Tempo: 16min41seg
Media por km: 3min20seg
Colocação geral: 1º lugar
Atletas concluintes na classificação geral: 46 corredores


A minha vontade era ir pra Campo Mourão de bicicleta no sábado, feriado da Proclamação da República, correr no domingo de manhã e voltar pra casa a tarde. No entanto, meu pai decidiu ir me levar e esta ideia acabou ficando de lado.

No sábado (15/11) fui dormir por volta das 23:00 horas. Neste dia, ou melhor, nesta noite estava tendo uma festinha nas dependências da ADEFIU (Associação dos Deficientes Físicos de Ubiratã) que fica em frente minha casa e achei que iria me atrapalhar a dormir, pois está sendo sempre assim: Quanto tenho corrida no domingo de manhã, tem festinha barulhenta em frente de casa. No entanto, nesta noite o som estava mais do que moderado. Acho que os santos estavam ao meu favor. rsrs
E pude dormir muito bem.

No domingo (16/11) acordei as 05:00 horas da manhã, me arrumei, tomei meu café e poucos minutos depois meu pai passou em casa para me levar para a prova. Minha esposa Cileide e seu filho Lucas foram com a gente.

Com uma hora de viagem chegamos nas dependências do SESC de Campo Mourão onde peguei meu kit composto por quatro alfinetes, o número de peito, o mapa do percurso e uma camiseta do SESC na cor amarela. A qual foi dada de presente ao meu pai.

Antes de fazer a retirada do meu kit perguntei para a moça se eu poderia dar uma olhada nos nomes dos atletas inscritos para ver se conhecia alguém.
Mas, só olhei o primeiro nome e desisti de continuar olhando. Pois o primeiro nome era nada mais nada menos do que Aderbal Peri de Maringá. O cara corre demais e os planos de talvez eu vencer os 5kms da prova estavam indo por água abaixo.

Antes de voltar ao carro e me preparar para a prova encontrei com o Marcos, de Sarandi, que disse que o Emerson, outro atleta de Maringá que corre demais, iria correr a prova de 5kms também.
Aí "lascou" tudo. rsrs
E na conversa que tive com o Emerson, pouco depois, ele me disse que iria correr pra 16 minutos. Nem em sonho eu imaginei correr a prova neste tempo.

Na hora da largada procurei me posicionar bem na frente para não perder muito tempo e tentar acompanhar o Aderbal e o Emerson e como eu não tinha mesmo nada a perder eu ia forçar o máximo e tentar acompanhá-los até não aguentar mais. E se por conta desta estratégia eu não conseguisse completar a prova não iria fazer diferença nenhuma pra mim. E fui pra cima deles.

Assim que foi dada a largada fiquei um pouquinho pra trás. Sou meio ruim de largada. rsrs
Mais logo me recuperei e fui em busca do Aderbal que liderava a prova. Com cerca de 300 metros percebo que o ritmo dele caiu um pouco e na sequência emparelhei com ele e passei até com uma certa facilidade. Na verdade, nem queria ultrapassá-lo, pois imaginei que ele me ultrapassaria novamente na sequência e liderar uma prova por poucos metros e não vencer só iria me frustrar no final. Porém, ele não reagia e eu segui. Porém, cerca de 100 metros depois sou ultrapassado por um atleta de azul (que acabou na quinta colocação) e segui atrás dele por algum tempo.

Passei o primeiro km com 3min02seg e estava menos de 5 metros atrás do primeiro colocado, O Julio Cezar da cidade de Manoel Ribas.
Por volta de uns 500 metros depois um dos dois motoqueiros que guiava a prova pediu para maneirarmos o ritmo pois estávamos em descida e era apenas o início da prova.

Mas, eu não queria deixar o primeiro colocado se distanciar de mim e fui no ritmo dele.

Passamos o km 2 quase emparelhados com 3min21seg (6min23seg no acumulado). Neste ponto já estávamos em leve subida e foi exatamente neste ponto que assumi a ponta e segui firme para a vitória.

Nem acreditava que eu estava liderando uma prova de novo depois de tanto tempo e várias paradas devido as lesões no joelho direito.
É uma sensação muito estranha liderar uma corrida. No meu caso, eu sempre fico esperando alguém me ultrapassar. Acho uma sensação desconfortável estar na ponta liderando uma corrida. Principalmente quando sei que atrás de mim tem vários atletas com performances fantásticas e muito melhores do que as minhas. Prefiro seguir alguém do que ser seguido. rsrs
Mas, naquela altura do campeonato, ou melhor; da corrida, o jeito era continuar forte e ver no que ia dar.

Logo fizemos o retorno e na sequência passei o km3 com 9min54seg no acumulado (3min31seg no km) e logo começou a subida. E aí as forças nas pernas começaram e diminuir devido ao ritmo forte no início.
Próximo do km 4 comecei a ouvir passos se aproximando e eu sem forças para reagir.
Dei uma pequena queda no ritmo nesse momento. Mas, pedia forças a Deus, por intercessão de Nossa Senhora Aparecida para guiar os meus passos e me levar rumo àquela que seria uma das minhas maiores conquistas como atleta amador.

Não sou um cara de ficar olhando muito para trás para não dar a entender ao "adversário" que não estou bem e também para não me desconcentrar da prova. Dava apenas uns pequenos "rabo-de-olho", ou seja, olhava pelo canto dos olhos sem mover a cabeça ou movia muito pouco ou levemente para o mesmo lado em que o olho era direcionado para ver se via algum vulto se aproximando.
Dei uns quatro ou cinco "rabo-de-olho" até que vi um atleta de camiseta branca do meu lado.

Por sorte era o Adilson, atleta de Campo Mourão e que estava na prova de 10kms e aí fiquei um pouco mais aliviado.
Ele me perguntou se eu estava na prova de 5kms e eu disse que sim e daí ele me tranquilizou ainda mais dizendo que estava tranquilo e que era só manter o ritmo.

Aproveitei o ritmo dele que estava muito bom e o acompanhei por um certo tempo.
Passamos o 4º km juntos no tempo acumulado de 13min23seg (3min27seg neste km).
Depois disso ele abriu um pouco e manteve uma diferença de uns 20 metros de mim e quando faltava uns 300 metros o guia da prova de 5kms falou para forçar no sprint final e eu. Pois achava que o guia havia pedido pra forçar porque alguém "ameaçava" a minha vitória.
Quase exausto pude escutar com clareza o locutor da prova falando com entusiasmo o meu nome e o nome da minha cidade e que eu era o primeiro colocado da prova de 5kms. Foi demais! Pena que não tem como descrever esta emoção com simples palavras. Pena também porque ninguém gravou este momento pois foi algo emocionante demais.


E quando fiz a ultima curva, a menos de 50 metros do pórtico de chegada, pude olhar bem para traz e ver que o segundo colocado estava muito longe, alias, nem vi ele. rsrs
A emoção era tanta que quando percebi que não tinha ninguém se aproximando de mim já fixei o olhar para o pórtico de chegada e dei uma pequena maneirada no ritmo e cheguei tranquilo com o tempo de 16min41seg (3min18seg neste km) para a minha 3ª vitória no geral em provas realizadas fora da cidade de Ubiratã.

Este foi o meu melhor tempo em provas de 5kms. Aliás, melhorei em 5 segundos em relação a prova do SESC de Marechal Cândido Rondon no dia 3 de junho de 2012. Na ocasião também fui campeão geral da prova.

O segundo colocado, Emerson, chegou 17 segundos depois de mim. O Aderbal foi o quarto. Depois, na conversa que tive com eles, fiquei sabendo que os dois estão voltando de cirurgias, por isso não forçaram tanto. Mas, mesmo assim, a minha vitória não deixa de ser grandiosa.

Na sequência, nos hidratamos com as fartas mesas de frutas oferecidas pelo SESC e até fui entrevistado por um jornal local. rsrs

Antes da premiação fui reencontrar minha esposa e reparei que por onde eu passava todos olhavam pra mim. Achei o máximo por estar sendo o centro das atenções naquele momento. Espero que esta vitória sirva de motivação para que eu continue treinando cada vez mais para ficar cada vez melhor.

Na sequência fui ao encontro do meu pai para pegar a chave do carro e troca de camiseta e depois foi só esperar a premiação e subir no lugar mais alto do pódio. hehe

E assim foi a minha maravilhosa e fantástica participação nesta 20ª etapa do Circuito SESC de Corrida de Rua.

Segue abaixo as fotos:


Meu número.
.
.

Antes da prova.
.
.

Tutta, Marcos, Fabrício e Cleverson.
Ubiratã, Sarandi, Cascavel e Toledo.
O Marcos correu a prova de 5kms e terminou com o tempo de 18:47 e ficou na 7ª colocação.
Fabrício correu a prova de 5kms e completou com 21:38 e ficou na 17ª colocação.
E o Cleverson correu a prova de 10kms e completou com o tempo de 39:05 e ficou na 9ª colocação.
.
.

Com minha esposa antes da largada.
Foi aqui que ela estreou em corridas no ano de 2012, mas, infelizmente parou após participar de três provas.
.
.

Antes da largada.
.
.

No momento em que foi dada a largada fiquei um pouquinho pra trás, mas me recuperei metros depois.
.
.

A menos de 150 metros da minha 3ª vitória no geral em provas realizadas fora de Ubiratã.
.
.

Infelizmente não dá pra me ver direito. Mas, aqui estava completando os 5kms com o tempo de 16min41seg. Novo recorde nos 5kms.
.
.

Depois da prova.
.
.

A simples medalha da prova.
Sem data, sem nome da etapa, nem nada.
O SESC dá show em organização, mas nas medalhas deixa a desejar.
.
.

Pódio dos 10kms masculino e feminino.
.
.

Classificação geral dos 20 primeiros colocados da prova masculina nos 10kms.
.
.

Classificação geral das únicas 13 competidoras da prova feminina nos 10kms.
.
.

Pódio da prova de 5kms.
De volta ao topo do pódio com outra vitória no geral.
Agradeço muito a Deus por intercessão de Nossa Senhora Aparecida por mais esta grande conquista.
.
.

Recebendo o troféu de CAMPEÃO geral dos 5kms.
.
.

Ser um campeão não é superar o outro, mas conseguir realizar os seus talentos no nível mais alto de sua existência.
.
.

Classificação geral dos 20 primeiros colocados da prova masculina nos 5kms.
.
.


Classificação geral das 20 primeiras colocadas da prova feminina nos 5kms.
.
.

Sou um simples atleta amador. Mas a amizade que a corrida me proporciona é de ELITE.
Na foto: Marcos - 7º colocado, eu - 1º colocado, Emerson - 2º colocado e Aderbal - 4º colocado. Todos da prova de 5kms.
.
.

Com o Cidão, meu pai, e a minha esposa Leide.
.
.

Esse é o Lucas, filho da minha esposa, todo contente com a medalha e a bola que o pessoal do SESC deu pra ele.
.
.

O belo troféu do Circuito SESC.
.
.


Agradecimentos:
Primeiramente a Deus por intercessão de Nossa Senhora Aparecida por me proporcionar uma ótima viagem de ida e volta e uma prova impecável.

Agradecimento também ao meu pai, Cido, por me levar a Campo Mourão e por arcar com as despesas da gasolina. Ao Fábio do portal Ubiratã On Line, ao Odair do Jornal O Vale e ao Jabuti Faceiro da Rádio Nova Clube AM pela divulgação. E aos amigos que sempre torcem por mim.


Dinheiro gasto com a participação nesta prova:

Inscrição: R$ 10,00
Pedágios: R$ 19,40

Total: R$ 29,40


Tutta-Baleias/PR
www.correndocorridas.blogspot.com.br

2 comentários:

Luiz Souza disse...

Uauuuu Tutta.
Que lindo que emocionante sua conquista.
Fiquei muito feliz mesmo por te connhecer e saber que um dia eu estive lado a lado (pra foto rsrs) com o campeão Tutta

tutta disse...

Resposta ao Luiz Souza:
Valeu Luiz.
Só quero que leve em consideração que esta prova são tinha atletas amadores na disputa ok? rsrs
E saibas que a satisfação foi minha em conhecê-lo.
Abraço e boas corridas.


tutta/Baleias-PR
www.correndocorridas.blogspot.com.br