sábado, 19 de junho de 2010

Corrida Número 62 - 10ª Etapa do Circuito SESC-Pr de Caminhada e Corrida de Rua - Etapa Marechal Cândido Rondon dia 13/06/2010

Data: Domingo, dia 13 de junho de 2010.

Cidade: Marechal Cândido Rondon-Pr

Nome da Prova: 10ª Etapa do Circuito SESC-Pr de Caminhada e Corrida de Rua

Distância: 10.000 metros

Tempo: 34min24seg

Média Por Km: 3min26seg

Colocação Geral: 3º

Atletas Masculino Concluintes: 108

Colocação Faixa Etária 30 a 34 anos: 1º

Atletas na Faixa Etária: 11



No último domingo dia 13 de junho de 2010, eu participei de mais uma corrida.

Desta vez foi na cidade de Marechal Cândido Rondon, e estava valendo pelo Circuito SESC-Pr de Caminhada e Corrida de Rua. Esta foi a 10ª etapa. A prova é organizada e realizada pelo SESC-Pr, logicamente. É dedicada principalmente aos atletas amadores, já que não oferece premiação em dinheiro, e tem o intuito de incentivar a todos a prática de atividades físicas.

O percurso foi de 10km para a prova principal. Teve ainda uma corrida de 5km, uma caminhada de 4km e uma prova menor para as crianças.


A princípio eu não iria participar desta prova, apesar de já estar inscrito há vários dias.

É que na quinta-feira (10) a minha garganta não estava legal (inflamada). Na sexta e no sábado foi mais complicado ainda, pois até pra falar doía.

Mas, na noite de sábado, a minha mãe preparou um cházinho com folhas de laranja e outras ervas medicinais e pediu para que eu o tomasse quente com um paracetamol. E assim o fiz.

Na manhã de domingo (5h00) acordei todo suado (devido ao chá quente) e com o corpo praticamente “zerado”. Ainda assim não estava certo se ia ou não correr.


As 5h30 o Osmar (meu patrão) passou em casa e fomos pegar os outros corredores (Braguinha e Osdival) e a amiga (Adriana) para seguirmos para Marechal.


Chegamos lá próximo das 8h00 e fomos de imediato pegar os kits.

Nessa hora, ao ver os atletas se preparando e para não decepcionar a amiga Adriana que foi ver a gente correr pela primeira vez, resolvi correr.

Até brinquei com o meu patrão a respeito do meu número de corrida, pois ele somado daria o número 3, daí disse: terceiro lugar e no final da prova fui mostrar novamente a ele o meu resultado certeiro. rsrs


Meu número que somado dá 3, confira: 1+8+3=12, 1+2=3



Depois disso, ainda encontrei um amigo corredor e disse a ele que eu só iria participar, pois havia passado os últimos dois dias ruim, com febre e garganta inflamada. E ele me deu força e ainda disse que nos dias em que pensamos estar mal é os dias em que nos saímos melhores. Parece que ele estava adivinhando.


As 8h45 com bastante frio e vento (contra), foi dada a largada que foi atrasada 15 minutos para que os atletas que iriam participar dos 5km largassem primeiro, diferentemente de outras cidades onde quem corre os 5 e os 10k largam juntos. Gostei desta decisão por parte dos organizadores do SESC de Marechal. Pois assim evita um pouco de tumulto na largada e dá mais espaço para quem corre os 5k (assim como nos 10k) desenvolverem maiores velocidades desde o início.


Como eu não sabia como o meu organismo iria responder ao esforço causado pela corrida devido a não estar 100%, procurei conter o ímpeto de largar forte, mas... não foi possível... rsrs


Como sempre procuro alguém para “mirar” e seguir atrás dele.

A vítima mais uma vez foi o Sérgio de Iporã, rsrs, pois sei que o tempo dele era pra 35 minutos mais ou menos.

E acreditei que mesmo não estando tão bem, eu poderia fechar a prova dentro deste tempo, ou que pelo menos mantivesse um bom ritmo até onde eu agüentasse.


Mas... eu estava com um forte aliado, aliás, aliado não, aliada.

Levei uma camiseta com a imagem de Nossa Senhora Aparecida (eu havia feito uma promessa que se eu conseguisse um pódio na Meia das Cataratas em maio, dia 16, a próxima prova eu correria com a camiseta com a imagem dEla. Eu não consegui pódio nas Cataratas, mas consegui o meu recorde em meias maratonas "1h15min04seg" e o pódio só não veio porque os atletas de elite também concorriam a esta premiação) e corri com a camiseta contendo a imagem de Nossa Senhora Aparecida, como vocês podem ver nessa foto tirada antes da prova.


Eu, com a camiseta com a imagem de Nossa Senhora Aparecida estampada a frente, o Braguinha e o Osdival poucos minutos antes da largada.




E aquela camiseta com aquEla imagem parecia que estava me guiando.

Passei o km1, que foi todo em subida, com 3min31seg.

No km2, com mais da metade também em subida com 3min36seg.

No km3 com 3min25seg, e nesta hora passo o amigo Sérgio, (o qual eu vinha seguindo).

No km4, passo o tal amigo (não me recordo o nome agora) que me disse antes da corrida que é nos dias em que pensamos estar mal é que corremos melhor.

E estava sendo mesmo.

Na seqüência faço o primeiro retorno e logo depois completo o km5 com 17min25seg.


Km6, e mais uma subida (aliás, teve 4 subidas complicadas nesta prova, se eu estivesse a 100% e a prova não fosse tão dura, acredito eu que teria feitoum tempo extraordinário). Passo esta subida com o pior tempo entre todos os kms, 3min41seg e ultrapasso o atleta da cidade de Califórnia-Pr, o Gainete, e assumo a 4ª colocação geral da prova (em 2009 eu fui o 5º geral e o 3º na categoria 30/34 com 34min35seg).


No km7, todo em descida, alcanço o 3º colocado e um outro atleta nos alcança também, Adalberto de Foz do Iguaçu.

E assim seguimos os três juntos, ou melhor, lado a lado.


Passamos no km8, em frente à largada/chegada e ouço o locutor dizendo que a 3ª colocação da prova estava indefinida e que teria uma chegada disputadíssima, pois estavam os três um do lado do outro, pena que ninguém registrou uma foto para poder postar aqui pra vocês verem.


E daí em diante, foram cerca de uns 800 metros em subida e ninguém, nem tão pouco eu, quis arriscar forçar o ritmo para se distanciar dos demais.

Parece que estávamos combinando os passos, todos os três na mesma passada.

Porém, pouco antes do fim da subida, percebi que o ritmo do grupo estava caindo e foi nessa hora que dei o “bote” e abri alguma vantagem.


Fiz o segundo e último retorno, (km9) olho para o cronômetro que marcava 31min27seg e pensei: - se eu manter este ritmo concluo a prova abaixo dos 35 minutos - que já era mais que uma vitória pra mim, haja vista o meu estado de saúde no sábado antes da prova.

Mas fui além.


Eu era o terceiro geral naquele momento e daí disse a mim mesmo: se eu vim até aqui, não vou deixar barato, e se alguém quiser tirar esta terceira posição de mim, vai ter que correr e muito.

Forcei ainda mais o ritmo.

E quando a descida chegou forcei mais ainda, porém, ainda ouvia passos bem próximos de mim.


Mas não dei mole.

Olhei mais uma vez para o cronômetro e vi que dava pra quebrar o meu recorde do ano que era de 34min24seg conquistado em Cascavel, talvez até quebraria o recorde da distância em corrida de rua que era de 34min19seg conquistado em Toledo em 2008 quando eu tinha o Luís Carlos Smanhoto como treinador (só lembrando que o meu recorde nos 10k é de 33min23seg, mas este conquistado não em rua, mas em terreno praticamente 100%¨ plano. Ao redor do lago Municipal de Cascavel em 2008).


Mas não consegui nem quebrar o recorde do ano, nem o recorde conquistado quando tinha assessoria. Mas ficou perto, muuuuuuuuuuuuuuuito perto. E se não fosse o saúde meio debilitada e as quatro subidas do percurso, eu tinha feito um tempo beeeeeeeem melhor... hehe


O tempo foi exatamente o mesmo da oitava etapa do circuito lá em Cascavel dia 1º de maio, 34min24seg.

Na ocasião lá, eu fui o 5º geral e o 1º na categoria, aqui, em Marechal Cândido Rondon, 3º geral e novamente 1º na categoria 30/34 anos.

Se com a vitória lá em Cascavel eu já tinha garantido a minha vaga entre os melhores do circuito para ir pra Curitiba na última etapa em novembro com todas as despesas pagas pelo SESC, aqui então, confirmei mais ainda. rsrsrs


E claro, fiquei feliz da vida, pois nem estava com planos de correr, e quando decidi, fiz o que fiz. O melhor, diga-se de passagem... hehe

Aliás, o último km eu completei com 2min57seg, claro, era em descida, mas para quem estava mal conseguindo ficar em pé no sábado a tarde... Isso é mais que uma conquista.

Daí o único jeito que tinha mesmo era só comemorar, me hidratar com as frutas oferecidas a todos nós atletas (banana, melância e mexirica) e lógico, agradecer a Nossa Senhora Aparecida pela força que Ela me deu ao longo daqueles 10 mil metros de prova.

Lembrando ainda que dia 13 de junho foi dia de Santo Antônio, padroeiro da minha querida Ubiratã. Proteção em dose dupla... hehe


Ahh, os outros dois atletas que vinham disputando o terceiro lugar comigo chegaram 4 e 10 segundos depois.

Fui disputadíssimo esta terceira posição... hehe



Segue abaixo algumas fotos:


Largada
.
.
.

Eu, Braguinha e Osdival após a conclusão da prova e ao fundo o laga Municipal de marechal Cândido Rondon
.
.
.

Amiga Adriana, Braguinha, Eu, Osdival e Osmar "patrão" hehe

.

.

.


Minha 53ª medalha na carreira, quinta em 2010. E uma observação: as medalhas e troféus do circuito SESC-Pr são todos iguais, com diferencial no troféu, pois este tem o número da etapa e o nome da cidade.

.

.

.

Classificação geral dos 15 primeiros colocados
.
.
.

Classificação da faixa etária de 30 a 34 anos

.

.

.


Pódio categoria 30 a 34 anos. Masculino: 1º Claudemir "tutta" Ferreira (34min24seg) 2º Adalberto Pereira dos Santos de Foz do Iguaçu (34min28seg) 3º Gilberto Alves da Silva de Espigão Alto do Iguaçu (37min52) Pódio Feminino: 1ª Aparecida Gomes da Silva de Foz do Iguaçu (44min57seg) Ela foi a única atleta que correu na categoria

.

.

.


Amigos de Cascavel: Todescatt, 72º geral e 1º de 2 na faixa etária de 65 a 69 anos (46min38seg) Iracema, 17ª de 25 na geral feminina e 3ª na faixa etária de 35 a 39 anos (54min48seg) e Lúcia, 13ª geral feminina e 3ª na faixa etária de 45 a 49 anos (52min54seg)

.

.

.


Meu 20º troféu na carreira, segundo em 2010, segundo de 1º lugar, hehe

.

.

.


Mais fotos poderam ser visualizadas clicando no meu álbum de fotos aqui





Dinheiro gasto com a participação nesta prova:


Inscrição: 10,00R$

Combustível: 20,00R$


Total: 30,00R$




Notas:

1 - O amigo Luiz Braga da Silva, o Braguinha, me surpreendeu, e terminou a prova com 44min39seg, melhorando em quase 10 minutos em relação ao seu tempo anterior que era de 54min cravados conquistado na cidade de Cascavel dia 1º de maio.

Braguinha terminou a corrida em Marechal na 59ª colocação geral dos 108 atletas concluintes e foi o 4º de 15 atletas na categoria 50 a 54 anos e por 26 segundos ele subiria no pódio. Parabéns Braguinha, concerteza nas próximas você estará lá.

Já o Osdival, também melhorou um pouco o seu tempo. Em Cascavel ele havia feito em 54min17seg e agora em Marechal ele fez com 52min26seg, ocupando o 102º lugar geral e o 16º e último lugar na categoria de 45 a 49 anos.


2 – Agradecimentos:

Ao Osmar, meu patrão que se disponibilizou a nos levar com o seu carro, que inclusive quebrou na volta e ficamos um bom tempo na estrada e na hora do acerto ele não quis que ajudássemos a pagar as despesas (100,00R$) alegando que de qualquer forma o carro quebraria mesmo. Mas de qualquer forma quero deixar aqui os meus agradecimentos.

Agradeço também à amiga e jornalista Adriana Santos que foi com a gente e escreveu uma matéria que foi publicada no site www.ubirataonline.com.br e aos amigos Braguinha e Osdival por ter pagado o lanche (cerca de 20,00R$) enquanto concertava o nosso carro e por ter dividido as despesas de combustível comigo (20,00R$ cada).


3 – Um abraço ao Miguel de Santa Helena que me encontrou em Marechal dizendo que me conhecia da internet. Valeu amigo, pena que não registramos nenhuma foto não é verdade? rsrsrs... Mas dá próxima vez que você me ver, me procura que registraremos e postarei a foto aqui, ok?

O Miguel Hister, foi o 77º colocado geral e o 10º de 15 na faixa etária de 50 a 54 anos com o excelente tempo de 46min56seg. Parabéns Miguel.


4 – E pra finalizar os agradecimentos, quero deixar um enorme beijo paras meninas-mulheres de Cascavel, Iracema e Lúcia, que fizeram uma festa ao me verem lá na corrida. Obrigado pelo carinho de vocês, principalmente a você Lúcia, pelos elogios falando do meu blog, rsrs... Valeu mesmo... Obrigado de coração.

E um abraço todo especial ao Todescatt que me disse antes da prova que eu iria chegar na frente dele, mas que ele iria me vencer. Você não me venceu não, vencemos juntos, rsrs... Abraço e tudo de bom pra você.

Abraço também ao Vimar que teima em me chamar de “Magaiver” rsrs, e a Eliane, espero rever vocês em breve.

Ahh, e falando em Magaiver, ele não estava treinando e nem tão pouco havia feito ou pedido para alguém fazer a sua inscrição, daí ele não foi.


5 – E um último aviso:

Depois da corrida em Marechal eu não consegui treinar direito.

Estou sentindo umas dores, acredito eu que é num músculo próximo a região da vírila e esta semana fiz apenas dois treinos leves de 8k. Acho que as dores foi em função da saída forte na corrida de domingo, já que eu não havia me aquecido direito e o clima estava bastante frio.

Vou repousar mais uns dias e tentar voltar aos treinos normalmente na segunda ou terça-feira.


Valeu galera... desculpa a extensão da postagem, mas como eu publico poucas coisas ao longo do mês, acho que dá pra ler numa boa, ou não??? rsrsrs


Valeu... abraço a todos...




tutta³³
www.correndocorridas.blogspot.com


8 comentários:

Carlos Lopes disse...

Puxa meu amigo.. tu voa mesmo.. bom tempo e parabéns pela posição

tutta disse...

Resposta ao Carlos:
Obrigado.
E olha que eu não estava 100% em relação a minha saúde... hehe
Abraço e tudo de bom pra você.


tutta
www.correndocorridas.blogspot.com

Bons Km disse...

Parabéns tutta superação total...
muito legal a organização da prova...
Você tá mandando bem demais meu amigo...
Bjos
Boa semana
JU

tutta disse...

Resposta à Bons Kms:
Obrigado Ju.
E quanto ao SESC, o organizador da prova, eles são nota 10.
Obrigado pelo comentário.
Bjinhus e bons kms pra você... hehe


tutta
www.correndocorridas.blogspot.com

geraldo mineirinho disse...

meu amigo tuta,valeu . parabéns; di dodoi voce correu bem dimais; ,fico feliz di ve oce voando baixo ,oce vai vir a Maringa no circuito sesc?FALA SERIO OCE COMEU A BROINHA COM CHAZIM QUI SUA MAMÃEZINHA FEZ POR ISSO QUI OCE MIORO NEMESMO?

tutta disse...

Resposta ao Geraldo:
Obrigado amigo Minerin.
Apesar de não estar tão bem de saúde no dia, corri muito bem sim.
E quanto a prova do SESC aí em Maringá ainda não decidi não. Mas provavelmente irei sim. Ainda tô meio na dúvida de uma prova lá em Guaíra e esta daí de Maringá, terei que escolher uma delas, pois como vou correr a Maratona de Foz dia 26 de setembro, não poderei "perder" dois finais de semana seguidos sem fazer treinos longos.
E em relação ao cházinho, não foi junto com as broinhas não, foi com paracetamol mesmo. Mas estou comendo as broinhas diariamente. rsrs
Abraço, tudo de bom e obrigado pelo comentário e por ter aparecido, rsrs.


tutta
www.correndocorridas.blogspot.com

Jorge disse...

Acho que vou ficar mal da garganta também para fazer um belo tempo que nem vc fez, po mesmo vc não estando bem vc arrasou camarada parabéns. Continue firme.

Um abraço,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.com

tutta disse...

Resposta ao Jorge:
Pra dizer bem a verdade amigo Jorge, não desejo a você esta dor de garganta que tive não.
Pô, é ruim pra caramba cara. rsrss.
Acho mesmo que no dia da prova eu fui iluminado, pois eu não estava legal pra correr.
Nossa Senhora Aparecida acho que me deu uma mãozinha, aliás, mãozinha não né? pézinho, ou pézões... para que eu pudesse correr tanto e tão bem... rsrs
Abraço...

tutta
www.correndocorridas.blogspot.com