segunda-feira, 29 de março de 2010

Corrida Número 58 - 4ª Etapa do Circuito SESC-Pr de Caminhada e Corrida de Rua - Toledo dia 28/03/2010

Ontem dia 28 de março fiz a minha primeira participação em corridas de rua no ano de 2010. Se é que posso chamar “aquilo” de participação.



Dados:


Data: Domingo, dia 28 de março de 2010.

Cidade: Toledo-Pr.

Nome da Prova: 4ª Etapa do circuito SESC-Pr de Caminhada e Corrida de Rua

Distância: 10km

Tempo: 42min20seg

Média por km: 4min14seg

Colocação Geral: 39º

Atletas Concluintes na Categoria Masculina: 118

Colocação Faixa Etária 30 a 34 Anos: 8º

Atletas na Faixa Etária: 15





Fui para Toledo no sábado. Aliás, para Salto Del Guairá-Paraguai fazer compras com alguns amigos (Rafael, sua namorada Maria Eliza e meu primo Valdo) e na volta fiquei em Toledo.

Retirei o meu kit no sábado mesmo, no SESC e já aproveitei e fiz a retirada dos kits dos amigos (Magaiver e Edson Leite) de Ubiratã que iriam para Toledo somente no domingo de manhã,

No kit veio uma camiseta (dei a minha de presente ao amigo Paulo, pois passei todo o final de semana na casa dele), um panfleto com o mapa do percurso, quatro alfinetes e o número de peito.


Meu Número


Dormi, extraordinariamente bem durante umas oito horas e pouquinho.

Acordei as 6h15 tomei um café da manhã com broinha de fubá como sempre faz o amigo Mineirinho de Maringá e as 7h00 fomos o Paulo e eu para o local de largada (Lago Municipal).


A princípio iríamos a pé, (cerca de 4km) mas lá pela metade do trajeto passou um casal de carro que vinham de Foz do Iguaçu e não sabiam onde seria a retirada dos kits nem a largada da prova e como o meu amigo Paulo mora em Toledo se ofereceu pra mostrar o caminho e pegamos uma carona com eles.


Por volta das 8h00 os amigos de Ubiratã chegaram, entreguei seus devidos kits e fomos nos trocar.

Faltando uns 5 minutinhos para a largada (que seria as 8h30) me perfilei o mais próximo possível da linha para ganhar espaço e velocidade mais rapidamente.


Tudo parecia perfeito.

Dormi bem, não estava ansioso e nem tão pouco com aquele nervosismo antes da largada como de costume. Havia treinando muito bem ao longo dos dois últimos meses, não estava cansado. Esse era o dia, ou pelo menos parecia.


O plano que eu criei para a prova foi de correr nos primeiros 5km numa média que compreendesse no máximo entre 3min20 a 3min30 por km. Pois este ritmo eu estou acostumado a manter no início de cada treino.


Apesar do tumulto da largada, onde possui duas curvas bem fechadas nos primeiros metros e de haver duas largadas simultâneas (5 e 10km) passei a marca de 1km em 3min28 (ritmo bom) e pensei em mantê-lo, já que os primeiros colocados estavam bem próximos de mim (eu era o 10º na ocasião).

No segundo km fiz um ritmo de queniano (3min02seg) eu estava em oitavo lugar.

Logo veio o primeiro posto de hidratação e na seqüência completo o terceiro km num ritmo um pouco mais lento, pagando o preço do ritmo forçado do km anterior (3min40seg).

Não me lembro exatamente o tempo do 4ºkm, mas até aí estava tudo perfeito. Quinto lugar geral, dois dos atletas há minha frente eu sabia que não eram da minha categoria, portanto, estava no mínimo em terceiro e tudo dentro do planejado.

Veio o km5 que passo em perfeitos 17min34seg.

Se eu mantivesse o ritmo daria 35min08 no final dos 10km, ou mesmo se eu caísse um pouquinho de produção (que seria normal) daria pra fechar em 35min30 talvez um pouquinho mais ou um pouquinho menos.


Mas daí há alguns metros começou o meu drama.

Uma leve dorzinha embaixo da costela no lado direito. Pensei. – “Pô, vai querer me incomodar logo agora?” (quase não sinto essa dor e esse ano ainda não havia sentido ao longo dos treinos).

Mas ela nem quis saber de me deixar e só ia aumentando.

Procurei mudar a respiração, mas não adiantava. Dei uma diminuída no ritmo mas também não resolveu.

Até que chegou a hora em que foi impossível continuar. A dor era “insuportável” e diminui tanto o ritmo que na hora a única coisa que deu pra fazer foi caminhar e ainda com dificuldade.

Nessa hora perdi quatro posições, caindo de quinto para nono lugar.

Caminhei por uns 100 a 150 metros e tentei voltar a correr, mas não dava mais.

A dor era tanta que resolvi abandonar a disputada pelas primeiras colocações e tentar terminar a prova do melhor jeito possível, ou do jeito menos feio.rsrsrs


A partir do km7 procurei correr mais na lateral da rua para não atrapalhar nenhum atleta que vinha “brigando” por posições e possíveis recordes pessoais.

Mas ainda tentei manter um ritmo para que eu pudesse terminar a prova pelo menos com 40min. Mas a dor não deixava.


Ao passar o km8 com 32min30seg aproximadamente, tentei forçar novamente o ritmo para não fazer tão “feio”, mas não dava mesmo. Esse, que no início de tudo parecia ser o dia "D", no final não era. Pelo menos não o dia "D" recorde nem o dia "D" pódio.

Passei o km9 com 37min30, mas não queria parar, nunca abandonei uma prova e não seria hoje que isso iria acontecer. O tempo nessa hora era o que menos importava pra mim, pois eu queria cruzar aquela bendita, ou (sei lá) maldita linha de chegada de qualquer maneira.

E assim o fiz. E ainda meu amigo Paulo pediu para o locutor da prova falar o meu nome e o nome da minha cidade, mas não adiantava me incentivar, pois eu estava num dos meus piores momentos da minha vida como atleta amador.


Cronômetro travado (e eu também,rsrs) 42min16seg.

Mas depois pela classificação oficial ainda foi acrescentado quatro segundos a este tempo, sendo 42min20seg. Meu segundo pior tempo em provas de 10km.

A propósito, o meu pior tempo em provas desta distância foi lá no início da minha carreira (ano 2000) mais precisamente no dia 28 de maio na cidade de Santa Helena-Pr. Na minha estréia em provas (aliás, estréia não, pois eu já havia corrido uma prova no ano de 1994, mas não treinava nessa época. Comecei a treinar no dia 1º de janeiro do ano 2000 e esta de Santa Helena foi a minha segunda prova na carreira, foi a estréia depois que comecei a treinar) com o tempo de 42min53seg.

De lá pra cá, nem quando eu faço rodagens em ritmo moderado eu faço com um tempo tão ruim assim.


Mas analisando o que poderia ter acontecido de errado comigo, lembrei das recomendações para antes das provas, onde uma delas diz: Não mudar a alimentação em véspera de provas.

Eu não mudei, pelo menos não na refeição noturna. Comi arroz, feijão (como sempre faço) carne e macarrão, porém...

No sábado à tarde, por volta das 17h00 comi dois pedaços de bolo de chocolate e um mousse de morango. Acho que foi ali que “quebrei” na minha primeira prova do ano.


Apesar de uma “experiência” de mais de 10 anos de atletismo, ainda estou cometendo erros, mas de qualquer forma, acredito que sirva de aprendizagem pra mim.


O jeito naquele momento era “comemorar” de forma humilde, e desfrutar de toda aquelas “guloseimas” pós prova, e torcer para que na próxima eu possa voltar e dar a volta por cima de tudo o que aconteceu nessa corrida.


E pelo fato de eu ter ido mal (mal não, péssimo) nesta minha primeira prova do ano, estou tirando estes três últimos dias do mês de março para uma folga nos treinos.

Voltarei na próxima quinta-feira dia 1º de abril (e não é mentira, rsrs) com os treinamentos todos voltados para a 4ª edição da Meia Maratona das Cataratas que será realizada no dia 16 de maio na cidade de Foz do Iguaçu-Pr.

Porém, antes poderei participar de duas outras provas: a Rústica Tiradentes em Maringá dia 21 de abril e a 8ª etapa do Circuito SESC-Pr dia 1º de maio em Cascavel, ambas de 10km.




Notas:

1 – A organização da prova foi do SESC-Pr e como sempre, impecável.

Houve três postos de hidratação com água ao longo do percurso que não estava gelada, mas como o clima estava nublado e temperatura bem agradável até que deu para tomar numa boa. Já na chegada à água estava gelada e havia muita fruta (banana, laranja e melancia) como vocês podem ver na foto abaixo.



2 – O Magaiver diz que também não se sentiu bem e terminou a prova na 56ª colocação.

Já o Edson, não vem treinando regularmente devido ao seu trabalho e terminou na 94ª colocação (os tempos, assim como as respectivas colocações nas faixas etárias coloco aqui quando sair a classificação oficial no site).


3 - Conversando com um atleta ao final da prova, ele disse que o seu GPS marcou 300 metros a mais no percurso. Portanto, a prova foi de 10,3km ao invéz dos 10km anunciados.




Segue abaixo mais algumas fotos:


Antes da largada
.
.
.

Ao final da prova com um modesto sorriso no rosto
.
.
.

Com os amigos ubirataneses Edson Leite (de amarelo) e Magaiver (de branco).
Edson que não vem treinando muito devido ao trabalho, obteve o 94º lugar na classificação geral e o 18º lugar dos 22 atletas na faixa etária de 45 a 49 anos com o tempo de 51min38seg.
Já o Magaiver, obteve o 58º lugar geral e o 9º lugar dos 16 atletas na faixa etária de 40 a 44 anos com o tempo de 45min02seg.
.
.
.

Com as amigas e o amigo de Cascavel que tive o prazer de conhecê-los na última etapa do Circuito SESC 2009 lá em Curitiba dia 28 de novembro.
Da esquerda para a direita: Lúcia foi a 19ª colocada das 25 atletas na categoria geral feminina e a 4ª das 5 atletas na faixa etária de 45 a 49 anos com o tempo de 57min51seg.
Iracema foi a 11ª no geral e a 3ª das 5 na faixa etária de 30 a 34 anos com o tempo de 53min56seg.
A minha esquerda: Vimar, 31º no geral masculino e 1º dos 7 atletas na faixa etária dos 60 aos 64 anos com o tempo de 40min54seg.
.
.
.




Dinheiro gasto na participação desta prova

Inscrição: 10,00R$
Viagem: 51,15R$
Lanche: 10,00R$
Transporte coletivo e moto táxi: 7,20R$
Gastos extras: 20,00R$

Total: 98,35R$



Abraço a todos a até mais...



tutta
www.correndocorridas.blogspot.com



11 comentários:

Karine disse...

Olá tudo bem!?
Parabéns pela corrida!
=D
gostaria de saber em que site conseguiu os resultados da etapa de toledo?
agradecida!
abrços

tutta disse...

Karine,
Agradeço pelos parabéns recebido, mas lhe digo que fui péssimo na prova.
Estava em quinto lugar até o quilômetro cinco e meio e depois tive que abandonar a disputa pelas primeiras colocações devido a "tal" dor de lado, mas continue na prova.

Quanto aos resultados da etapa de Toledo, ainda não sairam no site.
Fiquei sabendo o resultado extra-oficial em um mural após o término da prova no domingo lá em Toledo mesmo.
O resultado sai somente na quarta-feira no site do SESC (www.sescpr.com.br) ok?

Obrigado pelo comentário.
Bjinhus.


tutta³³
www.correndocorridas.blogspot.com

Thiago Melo disse...

Tutta,
Obrigado pelo relato...é bom saber que os feras também tem seus dias ruins...falando sério, são sempre experiências e com certeza na sua próxima prova vc nos brindará com um belo troféu.
Abraços,
Thiago Melo
http://corredoraprendiz.blogspot.com/

Dani disse...

Oi Tutta. Eu sei bem como é essa dor embaixo da costela e como ela incomoda. Para o meu super estilo pangaré de correr vc foi muito bem sim. Parabéns!!!!
Bjos e bom feriado pra vc e sua família.
Bjos

tutta disse...

Thiago,
Obrigado amigo, mas lhe garanto que não sou nenhum fera não..rsrsrsrs
Tem corredores muito mais fera do que eu por aí...Mas agradeço pelo "título".hehehe
E a quebra em influência de um erro cometido no dia anterior à prova, concerteza servirá como uma experiência a mais pra mim.
Só espero não cometê-la outras vezes e poder dizer nos próximos relatos de provas, coisas mais agradáveis do que essa dor de lado acontecida nessa corrida de domingo passado..rsrsrs
Abraço e tudo de bom pra você.


Dani,
Essa dor é muito ruim mesmo amiga.
E não importa se a gente tem perna e fôlego de sobra, pois não tem jeito, não dá pra forçar, ou seja, não dá pra fazer nada. A não ser diminuir o ritmo e seguir em frente do jeito que der.

Sei que para o seu ritmo e de muitos outros atletas eu fui bem, mas pra mim que estou "acostumado" a correr em ritmo um pouco mais forte, não foi nada bom.
Mas, nem sempre estamos no nosso melhor dia, não é mesmo?

E quanto ao seu ritmo "pangaré", como você disse, uma hora dessas você estará voando lá na frente, basta acreditar e treinar.
Estou aqui na torcida por você, ok?
Sei que não irá me decepcionar.hehe
Bjinhus, tudo de bom e mais uma vez muito obrigado pelo carinho e atenção.


tutta³³
www.correndocorridas.blogspot.com

Jorge disse...

Tuttão, boa tarde, cara não fique triste, pois cada corrida é uma corrida, pois isso só não aconteceu com vc, pois também acontece com atletas de elite, pense numa coisa nem sempre quando planejamos algo às vezes não dá certo, o importante foi que mesmo com o que aconteceu vc não desistiu e completou a prova, parabéns, linda a medalha, o Sesc daí dão um showww de organização hein...E pense o que passou já passou, olhe para frente continue treinando firme e com certeza na próxima vc irá fazer uma boa prova

Boa Páscoa irmão e que Deus te abençoe e cuidado para não comer muitos chocolates hein, pq senão depois vai ter que comer muito asfalto correndo para queimar todas as calorias...rsss...

Um abraço.

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.com

tutta disse...

Jorge,
Difício é não ficar triste cara,rsrs
Pô, treinei "absurdamente" para poder fazer uma boa estréia em provas em 2010 e dá nisso.hehe
Mas concerteza já levantei a cabeça e tô a todo "vapor" nos treinos novamente.
Pois sei que nem tudo é como a gente quer, pois se fosse, a vida não teria a menor graça, não é verdade?
O jeito é esquecer o que passou, tomar como lição o acontecido e não exagerar mais, principalmente em comer ou fazer coisas fora do normal em véspera de provas.rsrsrs

E quanto a organização do SESC, ela é impecável.
Você poderia se programar para correr uma etapa do circuito aqui com a gente pra você ver como é que eles tratam os atletas amadores, pois estas provas são dedicadas exclusivamente a nós, já que não oferecem nenhuma quantia em dinheiro, os de elite não se interessam em correr.
Se você puder, programe para correr nem que seja a última etapa em Curitiba.
Será no dia 28 de novembro, ou quem sabe na Maratona de Foz do Iguaçu, pois esta prova também tem o selo de qualidade e organização SESC-Pr.
Programe aí, ok amigo?

Um forte abraço, tudo de bom e uma Feliz e Santa Páscoa pra você e toda sua família.

Ahh, e quanto aos chocolates, nem gosto muito, pelo menos quando não tem.rsrsrs


tutta³³
www.correndocorridas.blogspot.com

Bruna disse...

Olá, sei bem o que vc passou; acabei de participar de uma prova e nos metros finais, fui acometida por esta dor embaixo da costela direita! É fogo, cheguei triste. Estava bem durante toda a prova, não entendi o porquê disto ter acontecido no final; perdi minha colocação. Deve ter sido pela alimentação tb!
Abraços

tutta disse...

Bruna,
Essa dor sempre nos causando problemas né?rsrs
É claro que na hora ficamos muito triste com o acontecido, mas acho que você não deve se abater com isso e continuar treinando normalmente.
Porque como você disse, você estava bem durante toda a prova e essa dor só veio no final.
Então esqueça o que passou e bola pra frente, mas vê se não coma mais nada de diferente antes das provas heim?rsrs.
Eu não farei mais isso pois sei que foi isso que me tirou do pódio nesta minha primeira prova de 2010.hehe
Bjinhus


tutta³³
www.correndocorridas.blogspot.com

wallace disse...

tutta, não sou corredor nem amador (pelo menos até agora). Corri a prova de Toledo nos 5 km, com medo de não conseguir terminar a de 10 km. foi a primeira prova da minha vida e sinceramente apesar de um tempo péssimo, adorei. Pretendo nunca mais parar de correr, não pretendo ficar com um ritmo tão bom quanto o seu, mais correrei para manter a saúde. adorei o blog e boas provas daqui pra frente!!!

tutta disse...

Resposta ao Wallace:
Pena que você não deixou email para que eu entrasse em contato contigo e responder este comentário diretamente a você.
Mas, vou fazer por aqui e espero que volte mais vezes.
Bom, pra começar, a prova que você correu foi em 2010 ou 2011?
Tá certo que isso nem importa tanto. hehe
O que importa é que você gostou e que não pretende para mais.
E quanto ao medo de não terminar a prova de 10k, isso logo acabará, pois quem fazer 5, faz 10.
Estarei na torcida.
Abraço e boas corridas.

Ah, e quando me encontrar em alguma prova, me procure para fazermos um registro com uma foto, ok?
Valeu.


tutta/ubiratã50anos
www.correndocorridas.blogspot.com